Notícia

Saúde

Ijuí chega a 200 óbitos com escassez de leitos

Postada 07/06/2021



Ijuí chegou a triste marca de 200 óbitos por coronavírus, ontem, o que significa uma morte a cada 418 habitantes. O número representa aumento de 243% desde o início do ano, quando o município registrava 58 mortes por covid-19, o que significa que, mais de 70% dos óbitos ocorreram neste ano. No mesmo dia, foram registrados mais de 10 mil casos pela doença, sendo 116 entre quinta e sexta-feira.
Na quinta-feira, o governador do Estado, Eduardo Leite, se dirigiu diretamente à Região 13, da qual Ijuí faz parte. "Um recado para a população e especialmente aos gestores. O Gabinete de Crise decidiu pela manutenção do Alerta. Os principais dados que fazem essa manutenção, primeiro é os casos confirmados, que tem crescimento, mantendo patamar superior ao Estado, em casos confirmados acumulados de sete dias, para cada 100 mil habitantes. Em seguida, os óbitos, com crescimento muito expressivo observado na última semana, em 53%, superior à taxa do Estado. Depois, os leitos clínicos, com aumento de 51%, e nas UTIs, onde observamos leve tendência de aumento, temos taxa de ocupação de 94,5% de 73 leitos que a regiões dispõe", disse, solicitando reforço no cuidado, por parte da população, e que os gestores sejam rigorosos na fiscalização.
"Por favor, cuidem de si mesmo e de quem está a sua volta, cumprindo sua parte para salvar vidas e mantendo nossa economia gerando, com responsabilidade."
Secretário municipal de Saúde (SMS), Marcio Strassburger acentua que o comunicado do governador reafirma o que vem sendo observado, pelo menos, nas últimas duas semanas no município. Desde o primeiro Alerta, dentro do novo modelo de Distanciamento Controlado, foi criado um Comitê Técnico Regional na R13. Além do Plano de Ação, os municípios podem definir medidas mais restritivas de acordo com a realidade de cada um.
"Em nossa região, todos os secretários e prefeitos estão preocupados pelo aumento significativo no número de casos e, principalmente pela escassez de leitos de UTIs. Entendemos que, dadas as condições do Plano Regional de Enfrentamento à Pandemia o que temos que fazer é fiscalizar", afirma Strassburger. 
Nas últimas semanas, foram incrementadas as ações, tanto em bares quanto restaurantes, todos os dias. Para a próxima semana, estão sendo organizadas ações voltadas às pessoas que estão em isolamento, além de estabelecimentos comerciais, para que seja cumprido o que determinam os decretos.
"As pessoas têm que entender que a fiscalização não pode estar 24 horas por dia dentro de um estabelecimento garantido que se cumpram as normas, mas irá averiguar, atender denúncias", acrescenta, incentivando a denúncia de quem não respeita as medidas. "As pessoas precisam fazer a comunicação à Vigilância para que possamos ir coibindo. O mais importante é a conscientização. Se todos cumprissem com o que está definido, e que todos sabem, de evitar aglomeração, respeitar o distanciamento e usar máscara, estaríamos em um patamar diferente na pandemia, sem dúvida alguma."
O secretário de Saúde vê os dados com apreensão e lamenta que, novamente, Ijuí esteja em um movimento de acréscimo de casos. Entretanto, desta vez, a população jovem tem sido mais acometida, - reduziu muito a procura de idosos ao Centro de Triagem. "E não temos leitos. Durante essa semana, o Hospital de Caridade já comunicou que não tem leitos disponíveis."
Além disso, outra situação requer atenção e é motivo de preocupação por parte dos gestores, em relação ao Samu, que tem os atendimentos regulados pelo Estado. 
"Como os municípios vizinhos ligam para buscar o paciente que está mal, com covid, o Samu está regulando vaga zero para vários hospitais. A regulação do Estado está mandando, mesmo sem ter vagas em alguns hospitais, para ter assistência, mas ao chegar, não tem leito de UTI, e ficam na emergência, às vezes, até mesmo dentro da ambulância esperando vagar leitos. Estamos em uma situação extremamente delicada quanto ao número de leitos de UTI, e não há um movimento de aumento de leitos, e isso é o mais preocupante."
O secretário comenta que também há pessoas internadas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) esperando por leitos em hospitais e pede, mais uma vez, que a população se conscientize para evitar a perda de mais vidas. "Há situações que extrapolam o bom senso, principalmente em uma pandemia."
Relatos recebidos pelo Grupo JM é de que há pessoas em casa fazendo uso de respiradores, devido à falta de leitos. E a situação não demonstra sinais de melhora, sem que a população faça a sua parte, principalmente os adultos jovens, que têm sido acometidos pela doença, em suas formas mais graves, muitas indo a óbito, mesmo sem ter comorbidades, ou tendo feito as duas doses da vacina.
Diante deste cenário, o prefeito de Ijuí, Andrei Cossetin, pede à população conscientização e respeito às medidas de distanciamento e que use máscara e álcool em gel.
"Estamos muito tristes e preocupados. A fiscalização tem sido intensificada nos últimos dias, tivemos estabelecimentos interditados, o que não queremos fazer, mas com a gravidade da situação é necessário. Faço um apelo, enquanto jovem, aos jovens de nosso município, que tomem cuidado, pois mesmo tendo saúde, temos jovens entubados nos hospitais, ou que mesmo não tendo complicações levam a covid para dentro de suas casas. É um momento de se cuidar, de atenção. Não queremos fechar comércio, nem notificar e multar empresas, mas se continuar subindo o número de casos, teremos que fazer, porque a vida vem em primeiro lugar."

Por Deise Morais


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por