Notícia

Política

Reestruturação traz resultados nos primeiros 100 dias de governo

Postada 12/04/2021



Ao assumir a prefeitura, em 1º de janeiro, o prefeito Andrei Cossetin trouxe consigo compromissos importantes de campanha e o desafio de combater a pandemia de covid-19, que assola o País desde março de 2020, e teve um dos piores picos na cidade, em fevereiro e março.
Cossetin recebeu a reportagem em seu gabinete na manhã de sexta-feira, para uma entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã. Ele falou por cerca de uma hora sobre Economia, Saúde, Educação, Assistência Social, conquistas, desafios, projetos e pandemia.
"Quando chegamos era tudo muito novo, encontramos algumas dificuldades de acesso a algumas informações, chamamos técnicos para recuperar alguns dados, demorou além do normal para nos estabelecermos, com uma equipe totalmente nova", avalia seus primeiros dias como chefe do Executivo.
Durante sua campanha ao Executivo municipal, Cossetin se comprometeu com a comunidade em escolher gestores qualificados para as principais pastas de seu governo, em reduzir o número de Cargos em Comissão (CCs), valorizar os servidores e promover economia ao caixa público. Passados 100 dias, é com convicção que ele afirma que sim, as promessas estão sendo cumpridas.
Para compor o quadro de secretários, a escolha dos nomes passou pelo critério técnico, o que exigiu um período de adaptação, já que a maioria não atuava do setor público. "Vieram da iniciativa privada, da Universidade, são empresários. Nos comprometemos com a população em trazer pessoas qualificadas, e tem dado certo, conforme vemos em nossos índices", acrescenta, lembrando que no dia 18 de fevereiro, o Estado entrou em Bandeira Preta, limitando a atuação dos gestores. "Começamos a cuidar muito mais da Saúde Pública Covid, porque era necessário salvar vidas e ajudar os hospitais."
Nesses primeiros meses, foram realizados diagnósticos em cada área e reestruturação da gestão, sendo registrados importantes avanços, como a garantia de R$ 7,2 milhões para a construção das paralelas da BR-285, demanda antiga e necessária, e que, conforme Cossetin, começam a sair do papel neste ano, juntamente com a execução de um projeto voltado à área próxima ao Parque de Exposições, com incentivo à instalação de indústrias e a busca de novas empresas, o que irá contribuir com a revitalização da entrada da cidade.
O desenvolvimento econômico é uma das principais metas do Executivo municipal, com foco na geração de emprego, renda e incentivo ao comércio, indústria, serviços e empreendedorismo.
"Vamos fazer a tríplice hélice, que é ocupar o conhecimento da academia, o setor empresarial, para atrair inovação em parceria com as entidades representativas, e o poder público. Fazendo esse elo, Ijuí terá plus no desenvolvimento, é hora de somar esforços", frisa, acrescentando a importância do setor empresarial na retomada econômica. "Assim conseguiremos manter as empresas, incentivando os pequenos e grandes e atraindo investimentos de fora."
Também está na lista, a organização da Sala do Empreendedor, a Junta Comercial e a oferta de Microcrédito. 
 Polo em Saúde, Ijuí abrange uma população de cerca de 1,5 milhão de pessoas. Em meio ao pico da pandemia, os hospitais chegaram ao limite da capacidade e a Administração precisou buscar ajuda de municípios da região. "Fizemos reuniões pedindo recursos, insumos. Em em uma dessas me emocionei."
Na Saúde, o objetivo é fortalecer a Atenção Básica, a partir da reestruturação das Unidades de Saúde. Por meio de parcerias público-privadas, o Executivo busca uma saída para a fila de espera por cirurgias eletivas - problema que se tornou ainda maior na pandemia. Também apoia a busca por referências, a exemplo do Hospital Bom Pastor, na área de oftalmologia, com o qual a prefeitura já assinou um pré-acordo de encaminhar os pacientes do Sistema Único à instituição.
Em meio a uma avalanche de casos confirmados de covid-19 e do Estado em bandeira preta, Cossetin teve que limitar as atividades econômicas na cidade e criou um Comitê Gestor para auxiliar na tomada de decisões. O prefeito tem expectativa no retorno em breve de todas as atividades. "Que o governo possa deixar que cada prefeito tome suas decisões baseadas em seus dados. Em Ijuí já poderíamos ter uma flexibilização, com todos os cuidados", pondera.
 Importante avanço ocorre também na área de Assistência Social, onde o trabalho vai muito além da ajuda às famílias em vulnerabilidade, mas busca a autonomia delas. "Devemos promover a independência dessas pessoas que hoje dependem de um benefício social."
Para isso, as pastas do Desenvolvimento Social e Econômico já trabalham integradas, com o objetivo de, a partir do Cadastro Único, promover cursos de qualificação da mão de obra.
A causa animal ganha espaço no governo de Cossetin, que também é protetor e defensor da pauta. Um Plano de Ações na área já foi apresentado ao Ministério Público e aprovado. Para este ano, está prevista a castração de 500 animais, em parceria com o Hospital Veterinário da Unijuí, e a microchipagem de mil cães.
A valorização dos servidores públicos passa pelo incentivo à qualificação profissional, pela reorganização dos cargos e a reestruturação dos espaços físicos. Por meio do programa interno Trabalhe Bem, um grupo de cinco servidores faz visitas aos locais onde recebe as demandas  de cada setor.
Os secretários municipais organizam relatórios de suas pastas a serem entregues ao prefeito e, a partir deles, novas ações serão planejadas.


Mais Fotos

Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por