Notícia

Economia

IBGE muda banca organizadora do Censo Demográfico 2022

Postada 26/11/2021



O valor do contrato entre a Fundação Getulio Vargas (FGV) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o processo seletivo dos trabalhadores temporários para o Censo Demográfico 2022 é de R$ 50,572 milhões. O valor ficou abaixo dos R$ 52,931 milhões do contrato com o Cebraspe, empresa anteriormente responsável pela seleção, que tinha sido assinado em fevereiro de 2020.
Nesta semana, o IBGE anunciou a FGV como nova empresa organizadora do processo seletivo, que prevê a contratação de 206.891 servidores temporários. A maior parte é de recenseadores (183.021 vagas), mas também há oportunidades para agente censitário supervisor (18.420 vagas) e agente censitário municipal (5.450 vagas). O contrato com o Cebraspe, que era a antiga empresa organizadora, foi encerrado em 18 de outubro e não foi renovado, como divulgado na ocasião.
A escolha da FGV se deu por meio de dispensa de licitação, com base no art. 24, XIII, da Lei nº 8.666, de 1993, de acordo com o IBGE, após o envio do projeto básico da seleção para 18 empresas, que é um documento que trata das condições para apresentação de propostas.
Segundo o IBGE, a FGV foi classificada por aspectos eminentemente técnicos, após análises das áreas de Recursos Materiais, Gerência de Compras e Gerência de Provimento da Coordenação de Recursos Humanos, além da avaliação jurídica pela Procuradoria Federal no IBGE, segundo as quais a FGV apresentou proposta que comprovou, mediante atestados, a capacidade técnica solicitada no projeto básico do concurso.
O IBGE afirmou que serão divulgadas em breve novas informações sobre a devolução das taxas de inscrição do processo anterior, que foi cancelado, e também, sobre o cronograma de inscrições do novo concurso. Como o processo anterior foi cancelado, haverá devolução das taxas de inscrição já efetuadas, como previsto em edital.
As inscrições para o concurso foram realizadas pela primeira vez em 2020, mas, como o Censo foi adiado por causa da pandemia, a seleção já tinha sido cancelada uma vez. Este ano, novamente houve abertura do processo de seleção, interrompido pela falta de recursos no Orçamento. Com o fim do contrato com o Cebraspe, o processo foi cancelado.
O período de coleta do Censo 2022 será de junho a agosto, um pouco antes do que é tradicionalmente realizado, a partir do dia 1º de outubro.
“Nós estamos preparando todo material, os treinamentos. Já estamos aí com uma nova banca para o processo seletivo. Tudo pronto, montado para que em 1°de junho de 2022 possamos ir a campo, bater de porta em porta e realizar o Censo que deveria ter ocorrido em 2020", disse chefe da agência do IBGE em Ijuí, Elis Regina Allegranzzi, em entrevista ao JM.
Elis Regina explica que o Censo Demográfico tem por objetivo contar os habitantes do território nacional, identificar suas características e revelar como vivem os brasileiros, produzindo informações imprescindíveis para a definição de políticas públicas e a tomada de decisões de investimentos da iniciativa privada ou de qualquer nível de governo. E, também, constituem a única fonte de referência sobre a situação de vida da população nos municípios e em seus recortes internos, como distritos, bairros e localidades, rurais ou urbanas, cujas realidades dependem de seus resultados para serem conhecidas e terem seus dados atualizados. "Essa é a maior pesquisa que o IBGE realiza e levanta o perfil sociodemográfico da população", finaliza. 


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por