Notícia

Geral

Terminal tem custo maior do que estimado

Postada 27/10/2021



O terminal rodoviário de Ijuí, instalado na rua José Bonifácio, deve iniciar as atividades quase oito anos depois de ter sido anunciado a assinatura do contrato do Programa Pró-Transporte e com valor 30% maior do que o previsto em 2014, na gestão de Fioravante Ballin e Bira Teixeira (2013 a 2016). 
Estimado na época em R$ 243,7 mil, o terminal será concluído, segundo o Tribunal de Contas do Estado, com valor por R$ 312,4 mil. Por este cálculo, a obra, de 162 m² teria custo de R$ 1,9 mil por m². O valor é maior do que o Custo Unitário Básico de Construção (CUB/m²) de uma residência de um pavimento, com dois dormitórios, sala, banheiro, cozinha e área para tanque. Dados do Sinduscon-RS de setembro mostram que o CUB para este tipo de construção está estimado em R$ 1,916,62.  
Mas diferente do TCE, o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito (Smodutran), Fábio Franzen afirma  que o valor da obra do terminal teve valor orçado em em R$ 281 mil, mas foram gastos R$ 265,7 mil. O secretário explica que a projeção maior realizada junto ao TCE é normal, devido aos imprevistos que podem ocorrer na obra, mas haverá revisão dos valores, o que vai reduzir o impacto aos cofres públicos.  
Autorizada a construção do terminal em 2020, na gestão do prefeito Valdir Heck (2017 a 2020), a justificativa para o aumento dos preços, segundo o Executivo municipal, foi a localização de rochas no local onde foi instalado e o aumento do preço do aço usado na cobertura. Foi inclusive a falta de material que fez com que fosse adiado a inauguração do terminal, além das medidas de distanciamento social impostas pela pandemia, que paralisaram as obras. 
“No primeiro momento nós tivemos um problema quanto a fundação ali do terminal, que o pessoal fez uma análise de solo e acabou dando rocha. Precisamos abrir o processo de novo, pois tivemos que mudar o projeto completamente. O projeto é do governo passado e estamos acabando com ele agora. Depois tivemos os problemas de pandemia, com a entrega de aço e entrega de material”, disse  Franzen. 
Novo terminal
Pensado para ser instalado na rua 20 de Setembro, no trecho entre a 15 de Novembro e a Benjamin Constant, o terminal está no plano de mobilidade urbana do município e o recurso integra o Programa Pró- Transporte, que destinou mais de R$ 5 milhões para obras de infraestrutura,  entre elas a pavimentação da Perimetral Norte. 
O terminal tinha como objetivo integrar os ônibus da Medianeira Transportes. Mas, com a transferência para a José Bonifácio, foi anunciado a possibilidade dos  passageiros dos ônibus intermunicipais também utilizassem o local para embarque e desembarque. No entanto, Franzen disse que houve mudanças nos planos. 
 “Neste primeiro momento será apenas transporte urbano, não estaremos colocando os outros, pois hoje eles estão na avenida 21 de abril e teremos que mudar algumas rotatórias que não têm passagem de ônibus, eles não conseguem fazer. Então, neste primeiro momento, estaremos apenas mexendo com o transporte urbano. Depois que houver as adequações há possibilidade de puxar os interurbanos para aquela região”, disse. 
Nos próximos dias, a Smodutran e direção da Medianeira Transportes e demais integrantes do Executivo municipal estarão reunidos para debater as mudanças e a data do início do novo terminal. 
A inauguração da obra  também causará mudança no trânsito ijuiense, mudanças de paradas de ônibus e transformação de algumas ruas em mão única. Segundo Franzen, haverá mudanças, principalmente, nas ruas Ernesto Alves, Venâncio Aires, Treze de Maio e 21 de Abril.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por