Notícia

Esportes

Preparador físico prioriza recuperação dos atletas

Postada 05/04/2021



Foto: Lucas Dornelles/E.C.São Luiz


Preparador físico Anderson de Lazari disse que o calendário apertado traz preocupação

O preparador físico do São Luiz Anderson de Lazari(Kuki) disse que o elenco está em um nível muito bom com os atletas em ritmo de jogo. Comentou que as demandas fisiológicas estão adaptadas no que o jogo exige, agora, principalmente a questão de recuperação entre jogos é o que se tem para trabalhar. Salientou que o fóco é a manutenção da força principalmente de quem vem atuando e sempre com muita atenção manipulando a carga do pessoal que fica no banco. Esse grupo recebe um estímulo diferente de quem está jogando.
Enfatizou que o calendário apertado tem preocupado e o clube está se virando com o que tem. Lembrou que o São Luiz possui uma questão de logística muito difícil com inúmeras viagens, oito jogos com deslocamento, dois à Pelotas."Isso já sabíamos quando iniciou a competição. Temos que fazer  principalmente o controle da carga da semana dos atletas que tem jogado mais tempo. Temos essa questão de recuperar os jogadores para as sessões seguintes e desta maratona de jogos. Por vezes o atleta vai para a partida debilitado de questões neuromusculares, energéticas e mesmo assim precisa ter a resposta dele em campo. Priorizamos a recuperação dos jogadores neste momento do Campeonato".
O preparador físico disse que fica muito feliz quando vê uma situação como a do volante Paulinho Santos que aos 49 minutos do segundo tempo arrancou em contra-ataque e fez  o segundo gol do time na vitória de 2 a 0 diante do Novo Hamburgo." Claro que é um caso isolado de gol, quando você também consegue ter os seus jogadores por mais que baixe a linha, mas eles continuam com padrões de movimentos que o jogo exige, acelerações,desacelerações, encurtando a marcação. Por mais que você não tenha a bola não quer dizer que  não esteja nos seus melhores níveis. A gente vê a equipe encurtando, fazendo movimentos com força". Anderson de Lazari comentou que poucos foram os jogos em que a equipe fez as cinco alterações, isso também  é preciso ser levado em conta. Frisou que a questão de Paulinho Santos é mérito total dele, um atleta que vai para um ano de trabalho no São Luiz. Isso conta muito, pois é um jogador que está criando um lastro do tipo de trabalho que a preparação física pensa. Disse que esse sprint no final do jogo o deixa muito feliz, satisfeito, pois está vendo o desempenho do jogador performando."O Paulinho merece pois sempre trabalha com o mais alto nível de concentração,intensidade e o jogo é o reflexo do que ele faz nos treinos".
Anderson de Lazari disse que a campanha do São Luiz é muito segura mesmo com as dificuldades e a qualidade dos adversários enfrentados. "Pelos números de jogos fora de casa nada adianta essa campanha até o momento ser boa se o clube não confirmar. Se isso acontecer o time vai brigar muito pelo G4 do Gauchão, Copa do Brasil, Série D e campeão do interior. Precisamos ir a cada dia melhorando, se empenhando mais, não se acomodando nesta situação da pontuação que o Rubro tem hoje.A gente precisa sempre performar melhor e buscar com mais entrega em cada jogo. procurar as vitórias a todo instante, independente se atuar fora ou em casa". Sobre jogos noturnos disse que é um horário que o São Luiz já estava acostumado a jogar.Às vezes o time jogava às 17h mas tinham os jogos do meio da semana que eram às 19h30. A questão de o jogo ser à noite por um lado é boa, pois tem um tempo maior para recuperar os atletas. Tem mais alimentação, mais descanso, mais sono para recuperar os jogadores Acredito que isso  está sendo um ponto positivo destes jogos com horário mais tarde",finalizou.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por