Notícia

Saúde

HCI se prepara para consolidação regional

Postada 01/02/2021



O Hospital de Caridade de Ijuí (HCI) nasceu sob a aspiração de servir a comunidade e chega aos 85 anos comprometido com sua missão, desempenhando com responsabilidade o seu papel.
Pela classificação da Secretaria Estadual da Saúde (SES), o HCI é um dos sete hospitais regionais gaúchos de maior importância. Oferece 204 leitos, com internação em todas as especialidades médicas, e 40 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) - 10 exclusivos para pacientes graves com covid-19. Conta com 1.275 funcionários, 204 médicos especialistas e 31 residentes.
Nestas oito décadas, se consolidou nos serviços de alta complexidade, reconhecidos pela excelência.
O HCI atende uma demanda de, aproximadamente, 1,5 milhão de habitantes, de 150 municípios, das coordenadorias regionais de Saúde de Ijuí, Santo Ângelo, Santa Rosa, Palmeira das Missões e Frederico Westphalen. 

Cartão HCI Vida
Na busca por novas receitas, por meio do cartão HCI Vida, que não configura plano de saúde, oferece a comercialização de serviços. Se trata de uma modalidade de prestação de serviços médicos e de saúde, em que o usuário faz a compra diretamente dos prestadores - serviços, materiais e tratamentos consumidos.
Quem adere ao sistema, tem vantagens e descontos em consultas clínicas na Central de Convênios e com médicos credenciados, e descontos em exames de diagnósticos por imagem e laboratoriais.
Dispõe também de atendimento na Emergência 24 horas e possibilidade de inclusão de procedimentos cirúrgicos e internações clínicas, mediante prévia negociação com a própria Central de Convênios, na modalidade de pacotes, com condição de pagamento flexível.
O grande atrativo é o valor da mensalidade: o titular pessoa física paga R$ 29,90, e o titular pessoa jurídica paga R$24,90, e seus dependentes o valor de R$ 9,90, mensais.

Referência na Educação
Além da vocação assistencial, o HCI é referência como Hospital Escola, desenvolvendo ações de docência, pesquisa e prestação de serviços de média e alta complexidade.
A instituição serve de cenário às atividades curriculares de cursos da Saúde, tendo como principal parceira a Unijuí, sendo responsável pela formação prática dos profissionais que atuarão tanto na Atenção Básica como em hospitais públicos e privados.
O Programa de Residência Médica vai completar uma década de implantação, sendo pioneiro na região, nas especialidades oncologia clínica, cirurgia geral, cirurgia básica, ginecologia/obstetrícia, radiologia e diagnóstico por imagem, além de clínica médica, psiquiatria e, a novidade deste ano, a cardiologia, aprovada pela Comissão Nacional.
Com exceção dos programas cirurgia básica e clínica médica, que são dois anos, as demais especialidades têm duração de três anos, e conferem ao médico residente o título de especialista.

Novas tecnologias e revitalização da estrutura
O HCI é um verdadeiro canteiro de obras, com destaque para a ampliação e modernização do único Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) do interior do Estado, conforme o Ministério da Saúde, que realiza 95% dos atendimentos via SUS.
Depois da conclusão da ampliação do serviço de radioterapia com instalação de um novo e moderno acelerador linear, o Cacon, referência para mais de 120 municípios,  iniciou a obra de ampliação dos serviços ambulatoriais e de quimioterapia.
O plano de obras está dividido em três etapas: a primeira foi a construção de uma nova recepção; a segunda é a ampliação e adequação dos ambulatórios e consultórios novos; e a terceira, a expansão, que contempla 12 consultórios médicos, 42 poltronas de aplicação de quimioterápicos, salas multiprofissionais e fluxo de acesso diferenciado à edificação.
Outra frente de trabalho está no Instituto do Coração (Incor), onde serão instalados o segundo angiógrafo e um moderno equipamento de ressonância magnética.
O angiógrafo é um aparelho usado para mapear veias e artérias do corpo humano e permitirá ampliar o atendimento do Serviço de Hemodinâmica do Incor. A ressonância magnética, um exame de diagnóstico por imagem, consegue criar imagens de alta definição dos órgãos internos pela utilização de campo magnético.
"Somos parceiros do SUS e de outros importantes convênios e com esses novos aparelhos vamos dar um salto ainda maior, com tecnologia de ponta, mantendo-nos competitivos e resolutivos", comenta o presidente, Paulo Stumm.
O parque tecnológico do HCI é considerado um dos mais bem equipados do interior do Estado, com serviços exclusivos na região,  como  a Medicina Nuclear. 

Combate à covid-19
São 10 leitos na UTI e 21 clínicos e de retaguarda para o enfrentamento ao novo coronavírus. A entrega de novas vagas de UTI foi possível a partir de apoio financeiro da prefeitura de Ijuí, que destinou R$ 600 mil para a compra de equipamentos.
Conforme Stumm, a instituição aguarda apoio financeiro do Ministério da Saúde, para equilibrar financeiramente o novo serviço. Por outro lado, ele destaca que os novos leitos só foram possíveis devido ao empenho da equipe multidisciplinar que cuida da Ala Covid-19, que envolve médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapia, nutrição, farmácia e higienização. 
Situação financeira
O presidente do HCI acredita que 2021 será o início de uma grande virada para reverter a grave crise financeira da instituição. O primeiro passo foi fazer um diagnóstico da situação e montar um Plano de Ação que levará, no mínimo, dois anos. "Contratamos um profissional altamente qualificado para rever todos os processos da casa e, em cima disso, buscar adequações e novas receitas. Para chegarmos ao equilíbrio financeiro, vamos ter que tomar medidas amargas, mas necessárias, e que lá adiante serão sentidas, como a diminuição do nosso déficit."


Mais Fotos

Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por