Notícia

Saúde

Reflexo do feriadão ainda não foi sentido em Ijuí

Postada 05/01/2021



A sexta-feira de Natal no Rio Grande do Sul foi marcada por um recorde de 986 pacientes internados por coronavírus em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), o maior número desde o início da pandemia, segundo dados do Gabinete de Crise do governo do Estado. Em quase todas as regiões, registrou-se crescimento no número de pacientes com coronavírus internados em UTIs ao longo da semana.
Os números do último feriado preocupam as autoridades e os profissionais da saúde, uma vez que eles ainda não representam casos de contágios das festividades, já que os sintomas levam de três a sete dias para aparecerem.
Em Ijuí, conforme informações da coordenadora regional de Saúde (17ª CRS), Janaína da Silva, 75% dos leitos de UTI Covid estão ocupados. Dos 10 disponíveis no Hospital de Caridade de Ijuí (HCI), nove estão ocupados; já os leitos clínicos têm taxa de ocupação total. No Hospital Bom Pastor, seis dos 10 leitos UTI Covid são usados, e sete clínicos.
Na Macrorregião Missões o cenário se repete: Cruz Alta tem nove dos 10 leitos ocupados; em Santo Ângelo há ocupação total; e em Santa Rosa, dos 30 disponíveis, 23 são utilizados. 
Janaína pontua que é preciso manter todos os cuidados sanitários para que não aumente o número de casos, principalmente na chegada de mais um feriadão, de Ano Novo, o que pode ocorrer de forma significativa.
A coordenadora lembra que esses leitos, tanto de UTI quanto clínicos, são regulados pela Central de Regulação do Estado. Isso significa que podem ser ocupados por pacientes de qualquer local do Estado, inclusive da Capital. "Como outras regiões estão com taxa de ocupação bem elevada, acabam vindo para o interior também", frisa, acrescentando que a prioridade é para os pacientes da região de abrangência.
A taxa de ocupação tem oscilado bastante, mas é o pós-feriado que se torna mais preocupante. "Ainda faltam alguns dias para vir o reflexo dessas datas comemorativas, pode haver um colapso sim, e precisamos que a população realmente continue mantendo os cuidados, todos os protocolos necessários, porque a pandemia não acabou. Vai demorar um pouco ainda até que chegue a vacina, e precisamos manter esses cuidados."
Os casos de coronavírus não tiveram redução e a preocupação é que, ao dividir os casos por dia a média fica alta. "O que nos preocupa é que ainda não vieram os resultados do feriado, e assim que vierem, pode aumentar esse contágio."
No Hospital Unimed Noroeste-RS, há 12 pacientes internados, sendo quatro na UTI e oito na Unidade de Isolamento, destes, cinco foram confirmados para covid-19 e três são suspeitos.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por