Notícia

Saúde

Hospitais alertam para situação na Saúde

Postada 03/12/2020



Representantes dos três hospitais do município, da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) e da Associação Comercial e Industrial de Ijuí (ACI) convocaram entrevista coletiva, ontem, com o objetivo de alertar à população sobre a situação complicada vivenciada pelas instituição em relação ao aumento de casos de covid-19 e os impactos negativos na Saúde - que hoje enfrenta falta de leitos e de profissionais especializados -, e fazer um apelo à comunidade para que colabore no enfrentamento, seguindo os protocolos sanitário seguros estabelecidos pelo Estado e Município.
Segundo o representante do Bom Pastor, médico psiquiatra Cassiano dei Ricardi, os profissionais que atuam na linha de frente no combate ao novo coronavírus estão cansados, e além disso, falta efetivo para atender à demanda crescente. “Estamos tentando contratar profissionais especializados no atendimento em UTIs, plantonistas e equipe técnica, mas está muito difícil. Além disso, os que estão trabalhando estão muito cansados, nos últimos 30 dias a situação ficou mais preocupante. Diante disso, pedimos a conscientização da população, para que não realize festas clandestinas e aglomerações, pois tememos que aconteça um número maior de contaminação e o sistema de saúde entre em colapso”, afirmou.
Vice-presidente do HCI, Douglas Uggeri destacou que a população parece não ter entendido os riscos que o vírus representa. “O grande problema é o jovem que pensa que não vai acontecer nada com ele, mas ele tem que pensar que tem um pai, uma mãe, um avô, e essa pessoa contaminada virá para a nossa emergência e ficará isolada. Pensem, no momento em que o seu familiar entrar na UTI, pode nunca mais ser tocado por vocês, pois não podemos expor mais pessoas. Trabalhamos com seriedade sempre. Temos 10 leitos de UTI, oito estão ocupados, e vale salientar que esses leitos não são do HCI, eles são disponibilizados para o Estado, podendo ser ocupados por pacientes de fora do município”, explicou.
Diretor técnico da Unimed, médico Jorge Montardo, relatou que a instituição tem conseguido atender a todos os pacientes, mas que existe a dificuldade de leitos, de modo geral. “Temos 16 leitos destinados para pacientes com covid-19. Alguns pacientes covid ocuparam leitos que vieram a faltar para outros, principalmente após cirurgias, e isso nos levou a suspender alguns procedimentos. Isso começa a nos preocupar, porque nos últimos dois meses o aumento no número de casos foi surpreendente, por isso, é recomendável o uso de máscaras e álcool em gel, e uma ressalva, principalmente para os jovens, é de que não é de todo confiável que usar medicações preventivas evite a contaminação.”
Conforme a titular da 17ª  CRS, Janaína da Silva, abrir mais vagas de UTI não irá resolver, se a população não se conscientizar. “Estamos vivendo um pesadelo. Desde outubro, houve um aumento significativo que preocupa muito, vemos, inclusive, dificuldade de internação em leitos clínicos e não temos profissionais suficientes. Estamos empenhados em abrir logo os 10 leitos da UTI do Bom Pastor, mas faltam profissionais especializados”, salientou.
Presidente da ACI, que solicitou a participação das instituições de saúde, Nilo Leal da Silva enfatizou que a preocupação é com a vida e com o trabalho de cada um.
“O trabalho que realizamos desde abril, com associados e também do Sindilojas, nos torna a maior rede de prevenção à covid-19. Estamos permanentemente encaminhando boletins de controle da disseminação da doença e solicitando todas as medidas de sanitização, higienização e controle dos pontos de comércio, indústria, prestadores de serviços, empresários e empreendedores”, finalizou.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por