Notícia

Saúde

"Situação inspira cuidados", diz Leite

Postada 25/11/2020



O governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, falou, em uma transmissão por vídeo na tarde de ontem a respeito do momento da pandemia do novo coronavírus no Rio Grande do Sul. Quase todas as regiões do Estado tiveram aumento do número de casos e redução da disponibilidade de leitos na rede hospitalar, nas últimas semanas.
Leite afirmou que a situação preocupa e pediu que a população colabore, reforçando as medidas de prevenção à covid-19, especialmente evitando aglomerações. 
No entanto, o governador destacou que este recente aumento do número de casos e internações pela doença não se refletiu em aumento das mortes no Estado, embora as quedas no número de novos óbitos, que vinham sendo registradas, tenham sido interrompidas. “Temos leitos, estrutura para atender a população, mas uma situação que inspira cuidados”, afirmou Leite. 
Ele acrescentou que o vírus “está numa situação de disseminação crescente”. “Portanto é muito importante que a população tenha consciência e ajude”, pediu. 
O governo do Estado lançou uma campanha publicitária, com objetivo de conscientizar a população e reforçar a importância das medidas preventivas. Durante a mesma transmissão, o chefe do Executivo estadual divulgou o mapa definitivo do distanciamento controlado para esta semana. 
Serão oito regiões em bandeira vermelha, que indica risco alto relacionado à covid-19., incluindo Ijuí. As classificações seguem valendo até a próxima segunda. 
Conforme regra definida na 28ª rodada pelo Gabinete de Crise, a abertura das escolas e a manutenção das atividades presenciais nos colégios não será interrompida com a classificação da região em bandeira vermelha durante uma semana. É necessário que a região ingresse na segunda semana consecutiva em bandeira vermelha para que as escolas não possam abrir em uma região ou, se já abertas, devam fechar.
As regiões de Novo Hamburgo, Canoas, Ijuí e Capão da Canoa foram classificadas pela segunda semana consecutiva em bandeira vermelha. De acordo com a nova regra, as escolas privadas e públicas deverão interromper as aulas que já estavam ocorrendo ou adiar o retorno, caso ainda não estivessem recebendo alunos de forma presencial. Na 29ª rodada, o RS tem 3.970.735 habitantes, o que corresponde a 35% da população gaúcha (total de 11,3 milhões de habitantes), em bandeira vermelha, distribuídos entre os 234 municípios (do total de 497) classificados como de alto risco de contágio de coronavírus.
Desses, 105 municípios (426.536 habitantes, 3,8% da população gaúcha) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.
Além disso, do total de 263 municípios em bandeira laranja ( 7.358.870 habitantes, 65% da população do RS), 125 (724.390 habitantes, 6,4% da população em bandeira laranja) podem adotar protocolos de bandeira amarela. Ijuí tem 2.471 casos confirmados, sendo 581 em recuperação, 1.847 curados, 43 óbitos e 138 suspeitos. 


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por