Notícia

Esportes

São Luiz quer apresentar técnico na segunda-feira

Postada 19/11/2020



O São Luiz quer apresentar na segunda-feira o novo treinador que substituirá Antônio Picoli demitido após um forte desentendimento com o gerente de futebol, Delmar Blatt. Os nomes mais cotados são os de Paulo Henrique Marques,  campeão da Divisão de Acesso pelo Rubro em 2017, atualmente no Ypiranga de Erechim e  Carlos Moraes, que dirigiu o Esportivo de Bento Gonçalves no Campeonato Gaúcho deste ano. O departamento de futebol prefere não falar em nomes.
Paulo Henrique Marques é a primeira opção e já teria recebido uma proposta do São Luiz. Ele orienta o Ypiranga no jogo de jogo às 20h, contra o Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse pela Série C do Campeonato Brasileiro e deve dar uma resposta positiva aos dirigentes do Rubro após a  partida.O time de Erechim é o terceiro colocado na chave B com 24 pontos. O treinador dirigiu o Canarinho no Campeonato Gaúcho deste ano onde o time ficou em quinto lugar e garantiu vaga na Copa do Brasil de 2021. Existe uma multa rescisória em caso de saída do treinador. O presidente Adilson Stankiewicz já sabe do interesse do São Luiz no treinador que é muito identificado com o Rubro.
O segundo vice-presidente doSão Luiz e atual vice de futebol Eloy Pettenon disse que nomes estão sendo trabalhados e surpreendeu o número de opções e indicações que apareceram. Salientou que o clube quer ter calma nesta decisão, não pretende errar. "Queremos um treinador que possa complementar a Série D do Campeonato Brasileiro e já comece a formatação do plantel para o Gauchão", disse.
O presidente Lauro Hass, o segundo vice-presidente Eloy Pettenon, o gerente de futebol Delmar Blatt, e o diretor de futebol Luciano Miron estiveram reunidos terça-feira à tarde no campo da Imasa antes do treinamento, com os jogadores e a comissão técnica que permaneceu no clube. O vice-presidente de patrimônio Gerson Machado também esteve presente. 
Conforme Pettenon, o objetivo foi apresentar aos atletas esclarecimentos sobre a saída do técnico Antônio Picoli e mostrar a eles os fatos que levaram a decisão da direção em demitir o treinador e o auxiliar-técnico Fernando Rech. “Sentimos dos jogadores uma boa receptividade sobre as colocações que foram feitas, o próprio Delmar Blatt tem nos passado as manifestações dos líderes do elenco dizendo da coesão do grupo, da continuidade do trabalho. Os atletas estão muito afim de fazer o próximo jogo. Dá para sentir que o trabalho segue com normalidade".      
Eloy Pettenon ao falar sobre a saída do treinador, disse que aconteceu um conjunto de fatos nos últimos dias e o departamento de futebol foi protelando, conversando. Afirmou que o episódio de segunda-feira envolvendo Picoli e Delmar, extrapolou a normalidade e dentro de uma gestão de um grupo numeroso precisava dar uma resposta. Por isso foi tomada a decisão de demitir o treinador.Na partida contra o São Caetano sábado às 18h, no Estádio Anacleto Campanella, o time será dirigido pelo preparador físico Anderson de Lazari.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por