Notícia

Esportes

Mais confiante, Fernando busca seu espaço no time

Postada 13/11/2020



As boas atuações do lateral-esquerdo Fernando, 21 anos, natural de Santa Maria, no time do São Luiz começaram a chamar a atenção do técnico Antônio Picoli. Na entrevista coletiva após o empate de 0 a 0 com o Caxias na última segunda-feira, o treinador foi só elogios ao atleta.O jogador vinha sendo discreto nos treinamentos. Integrou o elenco no Campeonato Gaúcho emprestado pela Chapecoense e chegou a atuar em poucos jogos, entre eles o último da equipe no Estadual deste ano, derrota de 1 a 0 para o Brasil-Pel.
Desde que entrou no time no transcorrer do empate de 1 a 1, com o Marcílio Dias em Ijuí, atuando como meia e teve papel decisivo no gol de Matheus Lagoa, ao fazer o cruzamento aos 34 minutos do segundo tempo que evitou a derrota do Rubro, está mais confiante. Atuou em outras partidas sempre entrando como alternativa com o jogo em andamento e boas atuações. Contra o Caxias, Fernando e Everton Jr. entraram em campo no segundo tempo e ajudaram a pressionar o Grená.
Fernando esteve envolvido em um lance polêmico Aos 37 minutos da etapa final  a bola subiu após ser afastada pelo zagueiro Thiago Sales. O lateral parou na frente do goleiro Marcelo Pitol e foi agredido com um soco dentro da área. O jogador do São Luiz falou sobre o lance.
"Estava de costas, olhei somente a bola e o Pitol teve a intenção de me machucar, deu dois socos, algo assim. No calor do jogo não percebi muito. Estava bastante concentrado. Depois caminhei e senti uma dor na nuca e na cabeça. Acabei caindo. Foi uma agressão, foi pênalti e o árbitro não deu porque não quis", comentou.
O assistente Maurício Penna correu para dar o pênalti. Ele teria dito que houve a penalidade e a decisão seria do juiz, que acabou dando a falta e não marcou a penalidade em favor do São Luiz.
Sobre a possibilidade de assumir a titularidade no time, Fernando disse que cada um tem seu momento. O seu é esperar e quando o técnico Picoli precisar deve mostrar que têm condições.
Revelou que se sente à vontade ao atuar na lateral-esquerda ou no meio-campo."Comecei como lateral, mas posso atuar nesta outra função sem problemas", disse. Fernando comentou que ficou feliz com os elogios do técnico Antônio Picoli. Tem se esforçado nos treinamentos, procurando evoluir a cada dia.Está conseguindo também jogar bem. Segundo ele os elogios vindos do treinador demonstram que está no caminho certo. O contrato de  empréstimo com o São Luiz termina no próximo dia 30.
Fernando começou no Novo Horizonte de Santa Maria. Teve uma passagem pelo Barra de Balneário Camboriú. Estreou profissionalmente no Inter-SM aos 17 anos, onde inclusive marcou gols. Depois foi para a Chapecoense jogar o Sub-20. Disputou a Copa do Brasil e o Brasileiro da categoria. O seu contrato com a Chape é até o final do ano que vem.

 


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por