Notícia

Educação

Reprovação alta é desafio nas escolas brasileiras

Postada 01/10/2020



A alta taxa de reprovação, que dificulta manter o interesse dos estudantes no ensino, e internet de baixa qualidade nas escolas do País são apontadas por especialistas como alguns dos principais desafios para a educação brasileira. Os resultados integram o estudo mundial Políticas Eficazes, Escolas de Sucesso, divulgado na terça-feira. É o 5º relatório do tipo divulgado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) com dados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês) de 2018. Os números foram levantados antes da pandemia, mas trazem um retrato de desafios que deverão aumentar no cenário pós-covid.
Os dados do Pisa colocam o Brasil com o 4º maior índice de reprovação entre 79 países e territórios pesquisados. Eles indicam que, no Brasil, 34% dos estudantes de 15 anos repetiram de série ao menos uma vez durante toda a sua vida escolar - o 4º maior percentual entre 79 países e territórios analisados.
A média total fica em 11,9%. Os alunos brasileiros ficaram estagnados em leitura e caíram na avaliação em matemática e ciências. 
O relatório da OCDE diz que países com menores índices de repetência têm resultados melhores nos graus de educação da sua população. Especialistas alertam que a reprovação pode levar ao abandono e à evasão escolar, o que poderá ser agravado com a suspensão das aulas nos últimos meses.
Além disso, 74% dos diretores do Brasil afirmam que a velocidade da internet nas escolas não é adequada e só metade dos professores do País tinha as habilidades necessárias para integrar o uso da tecnologia à aprendizagem.
Antes da pandemia, apenas 16,3% dos alunos do Brasil tiveram aulas sobre como usar a internet com segurança. Os dados apontam um possível despreparo para as aulas on-line.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por