Notícia

Política

Ijuí tem três candidatos a prefeito

Postada 21/09/2020



É em meio a um momento sem precedentes e após um ciclo turbulento da política com implosões de alianças e uma intensa migração de lideranças entre partidos, que Ijuí viverá a eleição municipal mais disputada dos últimos anos. Com três candidaturas e sem favoritismos evidentes, a expectativa é que os 45 dias de campanha sejam agitados.
Os candidatos ainda terão que enfrentar a resistência de parte da população em comparecer às urnas, devido às restrições de contato social, o que pode elevar as abstenções, devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. Em função do distanciamento, a tendência é de menos movimentação nas ruas e forte aposta no rádio e na TV, sobretudo nas redes sociais.
A corrida ainda será marcada pelo embate entre expoentes da nova geração da política local e figuras tradicionais do xadrez eleitoral, e tudo indica que o debate estará pautado na necessidade (ou não) de renovação. Outro assunto que deve pautar o pleito é justamente a pandemia, incluindo seus impactos na economia, a condução do enfrentamento da crise pelo poder público e as estratégias de recuperação. As eleições municipais de 2020 estão marcadas para 15 de novembro.
 
O xadrez eleitoral 

 Fioravante Ballin- PDT 
• Quem é: Enfermeiro, professor e ex-prefeito de Ijuí. Desenvolveu atividades profissionais sempre voltadas à Saúde, Educação e serviços à comunidade. Tem mestrado em Educação nas Ciências. Vereador por três legislaturas de 1993 a 2004, secretário Municipal de Saúde, no período de 2001 a 2004, vice-prefeito de 2005 a 2008, acumulando o cargo de secretário Municipal de Governo; prefeito de  Ijuí 2009 a 2016; vice-presidente do Corede e assessor parlamentar do deputado Gerson Burmann. Ballin tem 60 anos, casado com Gessy Salete Trombetta Ballin e pai de Marcelo Ballin. 
• Vice: Vilson Dornelles (PSB)
• Partidos que apoiam: PSB, PTB, PSDB, PSD, Cidadania, PT, PCdoB 
• No que aposta: Vai exaltar a experiência política e o fato de ser um dos que esteve por mais tempo na prefeitura como forma de contrapor o discurso pró-renovação, além de defender sua trajetória na área da saúde.  A partir do conceito de Governança Pública, foram definidos 12 eixos estruturantes em seu Plano de Governo, sendo eles, Gestão e Governança;   Desenvolvimento Sustentável e Crescimento Econômico; Obras, Mobilidade, Infraestrutura Urbana e Saneamento Básico; Saúde; Educação Integral, Desenvolvimento e Infraestrutura Rural; Moradia; Desenvolvimento Social e Igualdade; Esporte e Lazer; Cultura e Turismo; Gestão Ambiental, Energia e Sustentabilidade; Demei Distribuição e Geração; Segurança Pública e Bem Estar Cidadão. 

 Andrei Cossetin- Progressistas 
• Quem é: Empresário e vereador, formado em Gestão de Negócios, pós-graduado em Administração Pública e Gerência de Cidades e mestrando em Desenvolvimento. Concorreu a vereador pela primeira vez em 2008, ficando como terceiro suplente. Já em 2012, foi eleito vereador com 1.550 votos. Em 2016, foi reeleito à Câmara de Vereadores como  mais votado, com 2.988 votos.  Despontou politicamente em 2018, quando disputou uma vaga de deputado estadual, conquistando ao total 19.109 votos, sendo que 14.445 somente em Ijuí, ficando em quarto suplente como deputado estadual. Andrei Cossetin tem 37 anos e namora Andressa Braz Carvalho. 
• Vice: Marcos Barriquelo (PL)
• Partidos que apoiam: MDB, PL, PSL, PRTB e Republicanos 
• No que aposta: Vai investir na defesa da renovação política e se apresentar como alternativa à tradicional polarização do PDT. Também pretende exaltar sua atuação na Câmara, onde foi um dos vereadores mais produtivos. Deve apresentar-se como empreendedor e pregar uma gestão técnica para a prefeitura, com cortes de cargos e enxugamento da máquina pública. Construiu uma coligação defendendo a não negociação de cargos. O seu Plano de Governo é dividido em quatro eixos dividido em Vida e Sociedade; Economia e Desenvolvimento; Governo, Tecnologia e Desburocratização; e Futuro, Natureza e Sustentabilidade. 

Carlos Kowalski – Patriotas 
• Quem é: Empresário do ramo de Turismo, formado em Educação Física. Tem qualificação na área de esporte e educação, como treinador de futebol, psicologia esportiva, educação inclusiva e gestor em turismo. Idealizador e fundador da Associação Esportiva Colmeia. Vai concorrer pela primeira vez. Calos Kowalski tem 42 anos, separado e pai de Arthur Kowalski. 
• Vice:  Sargento Marlos Oscar Lindner (Patriotas)
• Partidos que apoiam: Patriotas 
• No que aposta: Sem coligação e com o compromisso de não usar recursos públicos na campanha, defenderá uma gestão técnica. Também refutará práticas tradicionais da política, como acordos partidários em troca de sustentação. Pretende captar apoio junto ao eleitorado da extrema direita, defendendo a sua eleição como ponte para um avanço no projeto de criação de uma nova República. Com uma chapa formada por dois estreantes em eleições, a frente deve defender a diminuição da máquina pública, com planejamento estratégico com cortes de cargos de confiança (CCs). O Plano de Governo terá como pilares: Administração e Economia; Área Industrial; Estradas do Interior; Turismo; Investimento na área do Esporte, Cultura e Laser; Informatização de todos os setores da prefeitura; Saúde e Educação. O projeto prevê o desenvolvimento de Ijuí nos próximos 25 anos nas áreas de infraestrutura, crescimento e desenvolvimento urbano e rural. 
 


Mais Fotos

Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por