Notícia

Política

Vereadores cobram plano de segurança

Postada 25/08/2020



Diante dos números de homicídios cometidos na cidade, desde o início do ano, o vereador Jeferson Dalla Rosa (PSB) afirmou na tribuna da Câmara Municipal, durante sessão legislativa, ontem, que é urgente a criação de um Plano de Segurança para o município. "Por quatro anos, se não me falha a memória, não tivemos nenhum homicídio, e agora já são 19, em oito meses de 2020. Alguma coisa precisa ser feita. Além das mortes, tem os vídeos circulando por whatsapp, com cenas horríveis."
Segundo ele, o Município precisa avançar na instalação de câmeras de videomonitoramento, por meio de parcerias público-privadas - tema já sugerido pelos vereadores Beto Noronha (PT) e Andrei Cossetin (Progressistas).
"Precisamos ter um plano de educação e conscientização envolvendo crianças e jovens. Se tem tráfico, se tem disputa de território é porque tem consumo, e é nisso que precisamos atacar, fazer parcerias, que devem ser lideradas pelo poder público, mas envolvendo mais entidades, escolas, para criarmos um Plano de Segurança forte, de médio e longo prazo."
Na sequência, Noronha lembrou que por inúmeras vezes foram realizadas audiências públicas no Legislativo para debater em torno do tempo. "Essa guerra contra o tráfico, nós, enquanto sociedade, estamos perdendo, e muito feio."
César Bunello, também do PSB, subiu à tribuna para registrar que, em 2017, apresentou anteprojeto de lei para incluir nas escolas, momentos de diálogos sobre as drogas. "Também entendo que o Município precisa fazer alguma coisa sobre Segurança Pública, contribuindo, se aliando ao Estado e à União, para fazermos alguma coisa."
Busnello aproveitou o espaço para veicular um áudio enviado a ele, pelo delegado Miron, sobre a questão do consumo de drogas no município. "Na verdade, o grande problema da sociedade é o tráfico e o consumo de drogas, e se Ijuí está sendo alvo de quadrilhas, que querem se instalar aqui, é porque tem um alto consumo, e seria interessante mobilizar um grupo para conscientizar os jovens, e tentar diminuir o consumo de drogas, e terminar o cercamento eletrônico da cidade. Em outras cidades, vemos que há políticas públicas de palestras de incentivos nas escolas. Hoje, não vemos mais campanha contra as drogas, e a coisas desandou, o consumo aqui está muito alto."


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por