Notícia

Sociedade

Coxilha de Cruz Alta aconteceu sem competição

Postada 04/08/2020



O festival mais antigo do Estado sem sofrer interrupções se encerrou no último sábado, com transmissão pelo Facebook e YouTube. Dessa vez, sem competição – uma reformulação que se deu devido à pandemia do coronavírus. A programação teve início na última quarta-feira. Um documentário com depoimentos de artistas que passaram pelo festival foi exibido em quatro partes ao longo da programação virtual. 
O festival fez homenagem ao músico Jorge Freitas, que morreu em 13 de junho, aos 59 anos, vítima da covid-19. A transmissão da 40ª edição foi feita na Casa de Cultura, onde estavam apenas uma banda base, os cantores e a equipe técnica responsável pela transmissão, com todas as medidas protetivas.
A programação começou com show virtual de Emanuelle Macuglia, cantando os talentos da Coxilha Piá e Piá Taludo. Na quinta, a apresentação foi de Fabi Lamaison, trazendo as vozes femininas ao palco da Coxilha. Na sexta-feira, tributo a Jorge Freitas com Marcelinho Carvalho, Edson Macuglia, Fernando Brum Carvalho, Carlos Machado, João Paulo Deckert e Nando Soares. E no sábado, o show “A Coxilha Canta os Festivais” reuniu artistas cantando os clássicos dos eventos nativistas, a partir de gravações.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por