Notícia

Geral

Ceriluz projeta nova usina na região

Postada 27/07/2020



Um dos projetos da Ceriluz é a construção de uma usina na Linha 11 Oeste, com capacidade de geração de 22.2 Megawatts (MW).
"Nesta semana, conseguimos a liberação da licença do projeto, uma ideia antiga, que está saindo da estufa. A nova usina, dentro da nossa área de atuação, é muito positiva. Será um projeto enxuto, com um túnel de três quilômetros, que já estamos conversando com os associados", antecipa o presidente da Cooperativa, Iloir de Pauli, em entrevista ao Grupo JM.
 Há 45 anos atuando dentro da Cooperativa, ele comentou sobre a experiência adquirida no setor de energia elétrica no município. "Esses 45 anos representam uma vida inteira dedicada a esse trabalho. Quando fui convidado pelo presidente Nilo Bonfanti para trabalhar na Ceriluz, claro que não imaginava um período tão grande. Faço sempre uma análise de toda essa história, período em que ocorreram muitas dificuldades, mas posso dizer que também ocorreram muitas vitórias, principalmente porque eram redes de energia elétrica, e a Ceriluz começou a instalar as redes a partir das que já existiam. Nosso objetivo sempre foi levar energia de qualidade com uma tarifa justa ao associado.” 
Anteriormente, entre 1972 e 1974, Iloir atuou como eletrotécnico no Departamento Municipal de Energia de Ijuí (Demei) e, de 1974 a 1984, foi professor na Escola Técnica 25 de Julho. 
Iloir lembra que foi um grande desafio assumir a Ceriluz, após a passagem de José Barasuol. “O presidente Barasuol representou um novo momento para a Ceriluz. Ele implantou um novo modelo de gestão voltado para o associado”, afirma.
Foi em seu período que a Cooperativa iniciou os encontros sociais, onde diretores e colaboradores vão até as comunidades levar informações sobre seu trabalho e palestras, assim como ouvir as necessidades dos cooperados. “Tudo isso refletiu em mais resultados, reinvestidos na qualidade da energia distribuída e em mais benefícios sociais. Meu desafio foi dar sequência a esse trabalho, aproveitando da melhor maneira possível esse legado deixado”, comenta.
Desde 2005, a Ceriluz teve crescimento na distribuição de energia na ordem de 115%. “Me orgulho muito de estar à frente da Ceriluz, liderando um excelente grupo de conselheiros e de colaboradores. As conquistas desse período são resultado desse trabalho conjunto e também do esforço dos associados, que ao desenvolver suas atividades privadas, nos obrigam a crescer juntos para dar conta dessa demanda”, avalia.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por