Notícia

Comunidade

Família conta com apoio da comunidade

Postada 03/07/2020



Uma família de seis pessoas, um casal e seus quatro filhos, com residência situada na Rua Pedro Setubal, no bairro Luiz Fogliatto, sofre com o problema de falta de infraestrutura básica para viver.
Em entrevista ao Grupo JM, o morador Marlon Barbosa de Lima, que atualmente está desempregado e tem como única renda com o auxílio emergencial recebido via Bolsa Família, informou que a situação da casa é precária, pois, além de goteiras e infiltrações nas paredes, a fossa está invadindo a residência. “Já pedimos ajuda para o prefeito e para o secretário de Habitação, e eles se negaram”, afirmou.
Sua esposa, Joceléia Terezinha Paula dos Santos, informou que a casa foi cedida por uma sobrinha, mas que os problemas são recorrentes, desde 2014. “Tem vários locais por onde entra água, tem infiltrações nas paredes e a fossa verte para dentro de casa. Temos quatro filhos, um de 11 anos, um de 5 anos, um de 3 anos e um de 1 ano, e o mais novo teve pneumonia quatro vezes devido à umidade que tem aqui”, relatou.
Joceléia conta ainda que, com as chuvas dos últimos dias, foi necessário colocar colchões no chão da sala para que as crianças não se molhassem. “O sentimento é de indignação pelo órgão da prefeitura, responsável pelo devido auxílio, dizer que não pode fazer nada”, salientou.
Segundo o vereador do PT, Beto Noronha, é inaceitável que a família tenha que permanecer nesse local. “A primeira medida adequada a se tomar seria que eles fossem colocados em aluguel social e, posteriormente, viabilizar outro espaço para essa família. Vamos conversar com o defensor público para entrar com uma ação contra o Município, para que a prefeitura cumpra o seu papel enquanto poder público”, antecipou.
Além disso, Noronha contou que está sendo realizada uma campanha de arrecadação de materiais de construção para ajudar essa família. “Eu tenho informação do próprio presidente do bairro que aqui tem terreno do Município para atender a necessidade dessa família e ainda, a irmã da Joceléia cedeu um espaço em seu terreno para que eles possam construir uma casa, mas o ideal é que, conseguindo esse material e a prefeitura podendo ajudar, que eles tivessem seu próprio terreno.”
Para doar materiais de contrução basta entrar em contato pelo telefones 9 9612 5908 ou 9 9141 7894. Para contribuição em dinheiro, poderá ser feito depósito no Banco do Brasil, agência 371-9, conta corrente 58146-1, favorecido Eduino Nascimento. 
O vereador Beto Noronha encaminhou um requerimento ao Ministério Público para averiguar possíveis irregularidades na concessão de terrenos públicos através da Secretaria Municipal de Habitação.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por