Notícia

Saúde

Centro Cirúrgico conta com tecnologia avançada

Postada 02/07/2020



A equipe do Hospital Bom Pastor está prestes a mudar de estrutura. Segundo o presidente, Martinho Kelm, a mudança para o novo complexo está agendada para o dia 13 de julho. Em razão da pandemia de Covid-19, a inauguração oficial ficará para depois – para o mês de setembro ou outubro, se a situação permitir.
“Fizemos uma reunião, semana passada, com a 17ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) e a Secretaria Municipal de Saúde(SMS), e definimos esta data para transferência. Estaremos descontinuando as atividades na atual estrutura e iniciando no novo Bom Pastor, com Centro Cirúrgico funcionando e contando com três salas cirúrgicas”, destacou o presidente. O Centro Cirúrgico possui estrutura completa e equipamentos de última geração, com tecnologia inovadora para a região. O rol de especialistas passa pelas áreas de oftalmologia, proctologia, urologia, cirurgia geral, cirurgia do aparelho digestivo, cirurgia videolaparoscópica avançada e ortopedia. 
De acordo com Kelm, em função da demanda, o complexo iniciará com 70 leitos. Mas, estarão concluídos os 116 leitos previstos. Embora o hospital tenha uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) instalada, ela requer uma regulação estadual. Portanto, assim que a transferência estiver concluída, a direção entrará com processo de credenciamento da UTI junto aos órgãos estaduais. “Depende muito mais destes órgãos do que do hospital”, reforçou o presidente.
Quanto aos serviços de oftalmologia, o hospital conta com toda a estrutura tecnológica necessária. Também já possui uma série de procedimentos autorizados pelo Sistema Único de Saúde. “Tudo que os pacientes buscam em hospitais, temos à disposição. Apenas precisamos tratar da recontratualização junto ao Ministério da Saúde, para que o montante de recursos possa dar conta da ampliação de procedimentos pelo SUS”, disse. Na verdade, com o novo complexo, inicia-se o desafio de, junto ao SUS e aos convênios, ampliar o número de recursos e de atendimentos não só na área de oftalmologia, mas de traumatologia, saúde mental e cuidado com o idoso – áreas consideradas prioritárias pela direção.
Ao Grupo JM, o presidente destacou que, diferente de muitas instituições hospitalares, não há falta de medicamentos no Bom Pastor. Inclusive, o hospital já recebeu o valor de R$ 500 mil, destinado pelo deputado Giovani Cherini para o enfrentamento do novo coronavírus. Parte do recurso é destinado para compra de medicamentos. O Bom Pastor, em sua atual estrutura, tem 42 leitos disponíveis a pacientes com a doença, sendo possível ampliar para até 50 leitos.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por