Notícia

Política

Reunião envolve líderes do PSB, PDT e PT de Ijuí

Postada 30/06/2020



Pré-candidato a prefeito pelo PDT, Fioravante Ballin reuniu-se com o presidente do PSB, Vilson Dornelles, e do PT, Sérgio Pires,  no sábado, para debater o futuro eleitoral das siglas, nas eleições municipais deste ano. 
As informações que saíram do encontro são desencontradas, mas  a verdade é uma só: a corrida pela prefeitura de Ijuí está oficialmente começando e as movimentações nos bastidores são intensas.
Ainda não é possível falar de racha em algum partido no âmbito municipal, mas já se observam duas linhas internas no PSB. Isso porque informações levantadas pela reportagem do Grupo JM, e antecipadas pelo próprio pré-candidato a prefeito, Ballin, dão conta de que o partido que governa o município há mais de 30 anos deve  mesmo coligar com o PSB - do vereador César Busnello, crítico ferrenho da atual administração a qual chama de "governo do continuísmo" -, tendo na chapa à majoritária o nome do presidente, Vilson Dornelles, como pré-candidato a vice-prefeito.
Entretanto, ainda que Dornelles afirme que as tratativas "estão andando a passos largos", ele pondera que o martelo não foi batido, e que o momento é de aproximação e análise da possibilidade apresentada pelo PDT, de integrar e construir um projeto com planjamento e definição de metas a ser apresentado à cidade. "Há grande possibilidade de realmente o PSB estar com o PDT sim", disse, acrescentando que a relação com o Progressistas definitivamente esfriou. "Como presidente do partido, não recebi nenhuma mensagem, nenhum tipo de aceno. Não temos mais conversado com o Progressistas, de forma oficial."
Questionado pela reportagem sobre o posicionamento de Busnello, o presidente do PSB destacou a atuação do vereador, líder de bancada na Câmara Municipal, que sempre chamou atenção para situações  pertinentes ao poder público. Mas, pondera que questões pessoais não devem se sobressair aos interesses do partido. "Não podemos levar a forma individual do vereador a uma forma de não avançar com o PDT, por questões pessoalizadas", afirmou ao Grupo JM. "Acredito na construção de que queremos fazer algo para contribuir com Ijuí. Temos estudado o que o PSB tem construído nas cidades em que administra e queremos também construir com Ijuí, trazendo essas referências e modos de governo."
Já o presidente do PT, Sérgio Pires, contou à reportagem, ontem, que o convite para a reunião partiu do PDT, e que envolveria somente as duas siglas. "Mas trouxeram consigo um representante do PSB e conversamos sobre uma eventual coligação, composição de chapa, programa de governo. Recebemos o convite formal do PDT para integrar uma coligação com eles, PSB e eventuais outros partidos que estão sendo contatados."
No domingo, o PT realizou reunião online com a participação de 35 membros do diretório. "Analisamos a proposta apresentada pelo PDT, e chancelada pelo PSB, e a decisão que tomamos foi a mesma que já havia manifestado, de que temos a intenção de discutir esse assunto. Nos interessa, mas se trata de um processo que será desenvolvido e, de nossa parte, sempre primado pelo interesse público da comunidade."
Pires pondera, entretanto, que parte do PDT hoje o desejo de compor uma chapa tendo o nome de Dornelles como vice-prefeito. Segundo ele, esse debate deve ser levado à mesa com todos os partidos de uma possível coligação, para que todos sejam contentados e se encaixem na campanha. "O PDT tem uma definição, nesse momento, de compor a chapa com o presidente do PSB, e achamos que seja conveniente que a discussão se dê de forma mais ampla, com todos os partidos que vierem a compor a coligação, para que seja algo realmente legitimado."
Já segundo Ballin, a decisão está tomada. Na noite de ontem, ele reuniu-se com a diretoria do partido e hoje pela manhã concede entrevista ao Grupo JM, para falar acerca das tratativas.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por