Notícia

Economia

Ceriluz segue com investimentos em Ijuí

Postada 04/06/2020



Nesse momento de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus, as cooperativas surgem como uma parte fundamental, uma vez que fomentam o desenvolvimento local, seja por meio de ações, seja por meio de investimentos. Em Ijuí, a Ceriluz aparece como alavanca no processo de retomada, ao promover investimentos na geração de energia, que refletem  na melhoria da qualidade de vida de associados e comunidade. 
"O coronavírus está promovendo uma nova forma de pensar a vida, focada na solidariedade. E o cooperativismo ganha força com isso, já que tem em seus princípios a igualdade entre as pessoas e a responsabilidade social. Estão ganhando as empresas que estão do lado da população e as cooperativas sempre fizeram isso, pois foram constituídas por pessoas, de forma coletiva", conta o presidente da Ceriluz, Iloir de Pauli. "No momento, as cooperativas com estruturas sólidas irão ajudar garantindo um serviço de qualidade, oferecendo insumos a custos mais acessíveis, prazos, crédito e claro, preços justos. Como exemplo, podemos citar a iniciativa da Ceriluz que, nesse momento difícil, além de adotar as medidas definidas pelos agentes de governo, ainda oferece desconto de 10% na sua tarifa, beneficiando o produtor rural, a dona de casa, o comerciante e a grande indústria, de igual forma. É o momento das cooperativas deixarem de ganhar para ajudar o seu associado."
Ao Grupo JM, Iloir frisa que a Ceriluz segue investindo, não somente em Ijuí, mas em toda a região - a PCH Sede II, com obras em andamento no município, e a construção de uma segunda usina em Boa Vista do Cadeado.
"Mesmo com a pandemia, estamos nos esforçando para fazer com que essas obras sigam o mais próximo possível da normalidade, claro, sempre considerando a segurança e a saúde dos trabalhadores. Essas obras representam compra de material e emprego de mão de obra. Todos os trabalhadores seguem com seus contratos, salvo aqueles terceirizados que encerraram suas funções e que não podem ser realocados para outros empreendimentos. Mas ninguém foi afastado por causa do coronavírus. Isso é fundamental nesse momento, manter o trabalho."
Iloir cita ainda que o cooperativa segue comprando materiais dos fornecedores, contribuindo com a manutenção de empregos. "É uma cadeia. E a médio prazo, quando essas usinas passarem a operar, teremos geração de impostos e, principalmente, a garantia de uma energia de qualidade a todos os consumidores de energia da região, independentemente de serem associados da Ceriluz ou consumidores de outra distribuidora. Essa energia gerada aqui reforça todo o nosso sistema, o que será fundamental na retomada."
Além das usinas, a Ceriluz mantém investimentos em infraestrutura de distribuição, com novas redes em construção e uma subestação. "Com todos esses investimentos, somados as usinas e subestações já em operação, é fácil garantir que Ijuí será, se já não é, um dos municípios com melhor estrutura de abastecimento de energia do Estado e talvez do País. Isso vai atrair muitos investimentos, pois os empreendedores saberão que terão energia de qualidade para produzir aqui."


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por