Notícia

Geral

Decreto torna obrigatório o uso de máscara

Postada 12/05/2020



O distanciamento controlado, que passa a valer ontem em todo território do Rio Grande do Sul, é uma forma de tentar retomar as atividades econômicas em meio à pandemia do coronavírus, de acordo com a realidade de cada região e setor. Diante das determinações do governo do Estado, o Executivo divulgou na noite de ontem o novo decreto que trata das medidas de prevenção à Covid-19 no município. O novo texto permite que a abertura do comércio continue, com as atuais restrições, no entanto, segundo o secretário de Governo, Telmo Alves, o comércio a partir de hoje poderá abrir com 50% da sua capacidade, sendo que até o momento, era determinado um funcionário por cliente dentro do estabelecimento, ficando a partir de agora mais restrito o atendimento ao público. 
Segundo ele, a partir de hoje, o uso de máscaras será obrigatório em todos os locais e por todas as pessoas, exceto dentro de casa. No entanto, mesmo com máscara, as pessoas devem manter a etiqueta respiratória e devem manter o distanciamento mínimo.
O secretário de Governo informou que o Município de Ijuí está classificado na bandeira amarela, que significa índice de risco baixo/médio e com isso o Executivo irá seguir as determinações do Decreto Estadual. 
 Sobre as aulas, até o momento, os protocolos que deverão ser seguidos pela Educação ainda não estão fechados. Por enquanto, as aulas seguem suspensas, tanto para a rede pública como para a rede privada. Embora jovens e crianças não façam parte do grupo de risco, a atividade de ensino pressupõe a reunião de um grande grupo de pessoas, tornando os ambientes mais favoráveis à transmissão.
Ijuí irá continuar com o monitoramento de temperatura no embarque dos passageiros interestadual e nos locais de acesso a cidade. A medida é uma recomendação, e não uma obrigatoriedade.
Hotéis continuam operando em todas as bandeiras, mas com redução de quartos, de acordo com a situação, no caso de Ijuí com 60% da capacidade. Já nos localizados em beiras de estrada, a ocupação é diferente: 100% nas bandeiras amarela. 
Restaurantes a la carte ou prato feito, assim como lanchonetes e padarias, podem atender, no período compreendido das 7h às 23h, com atendimento restrito, tele-entrega ou pegue e leve. O que muda é o número de trabalhadores: 75% na amarela. 
Casas noturnas, bares e pubs seguem fechados em todas as bandeiras. Eventos (artes, cultura, esporte e lazer), teatros, cinemas e similares continuam proibidos.
Ijuí também podem funcionar com atendimento restrito serviços como academias de ginástica, missas e serviços religiosos (25% do público), cabeleireiro e barbeiro e agências de turismo, entre outros. Já a indústria segue funcionando, a maior parte com 100% dos trabalhadores.
No decreto foi estabelecido horário específico para a utilização do transporte público pelos idosos, das 14h às 17h, além de local com assentos delimitados.
Atividades de Correios são mantidas em todas as bandeiras, assim como transporte de cargas. Já o transporte aéreo (aeroclubes e aeródromos) é mantido com restrições de trabalhadores na amarela, que inclui Ijuí.
 A área da saúde também mantém 100% em atividade. Já a área veterinária segue funcionando, mas com restrição de número de trabalhadores de acordo com a bandeira. A agropecuária e a administração pública também são mantidas em todas as bandeiras, com redução de trabalhadores conforme a gravidade, assim como os serviços de informação e comunicação.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por