Notícia

Comunidade

Descarte incorreto de máscaras pode aumentar contaminação

Postada 28/04/2020



Com o decreto que obriga o uso de máscaras para evitar o contágio pelo novo coronavírus dentro de estabelecimentos comerciais em Ijuí, o descarte correto desse material preocupa.
Nos últimos dias, tem sido comum encontrar máscaras jogadas pelas ruas e descartadas de qualquer jeito nas lixeiras, tanto comuns como recicláveis. É uma prática que aumenta o risco de contágio para quem tiver contato com elas. Por isso, o descarte correto deve ser praticado, tanto para as máscaras quanto para outros materiais, inclusive para não colocar em risco profissionais que trabalham na coleta e separação do lixo, serviço essencial no período de isolamento social.
As máscaras não devem ser jogadas na rua ou em locais públicos, e sim, guardá-las (de preferência em saquinhos plásticos) e levá-las para casa.
No descarte em casa, os órgãos de Meio Ambiente e Defesa Sanitária recomendam que as máscaras sejam colocadas no lixo do banheiro, para que o material siga para o destino de descarte sem que haja manipulação humana. Também é recomendado que as máscaras sejam colocadas em duas sacolas plásticas, uma dentro da outra e amarradas, para que o material não escape. Deve-se, segundo orientação da Defesa Sanitária, estar escrito na sacola qual o tipo de conteúdo que há dentro, para evitar a manipulação.
Papelão, metal, plástico e outros materiais recicláveis devem ser descartados depois que ficarem armazenados em casa, de dois a três dias, como se esses materiais também estivessem em quarentena. Isso evita que os profissionais que manipulam o lixo possam ser contaminados, em barracões de reciclagem. De forma nenhuma as máscaras devem ser colocadas junto com o lixo reciclável.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por