Notícia

Economia

Federação cobra medidas emergencias de auxílio

Postada 27/04/2020



Pesquisa realizada pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) aponta o tamanho da crise que o varejo gaúcho está vivendo em função da política de isolamento social iniciada em março e somente flexibilizada, ainda que de forma parcial, há poucos dias.
No período entre 15 de março e 15 de abril, somente 5% dos lojistas mantiveram seus negócios plenamente abertos, enquanto 64% foram obrigados a permanecer completamente fechados todo o tempo ou na maior parte desse período.
A pesquisa mostra, também, que 67,64% dos lojistas gaúchos tiveram quedas de 50% ou mais de seu faturamento, sendo que 26% não faturou sequer um centavo nesse período.
"São números preocupantes. Diante disso, é necessário que as autoridades de nosso Estado tenham sensibilidade na adoção de medidas de auxílio às pequenas empresas para manutenção delas e dos empregos, como a redução de impostos e linhas de crédito, para que a população compre nas empresas de nossas cidades", avalia o diretor da FCDL-RS e integrante da Junta Governativa da federação, Aljaci Brito.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por