Notícia

Esportes

Presidente do Siapergs diz que Campeonato terminou

Postada 21/03/2020



São Luiz aguarda definição sobre retomada do Gauchão

O presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul(Siapergs), Paulo Mocelin disse em entrevista ao Jornal da Manhã que a reunião com representantes da Federação Gaúcha de Futebol(FGF) na última quinta-feira foi satisfatória dentro do possível. O Gauchão está suspenso até 1º de abril, podendo ser prorrogado por mais 15 dias.
"Não vejo luz no fim do túnel para o término do Gauchão. Dei a minha opinião para eles até porque a CBF não está ajudando nem um pouco em datas. Também tem a probabilidade de o coronavírus aumentar e hoje(ontem) teve a informação de que o presidente do Inter Marcelo Medeiros testou positivo para a covid-19. Acho que agora piorou mais. Acredito que não vai ter o encerramento do Campeonato Gaúcho, é uma visão minha pessoal".
Mocelin disse que os atletas estão muito apreensivos com toda esta situação e demonstram isso nas conversas que o Sindicato tem com os capitães das equipes. Lembrou que faltavam mais um mês e meio de contrato e a TV, detentora dos direitos de transmissão do Campeonato está rigorosamente em dia com as cotas de televisão e deu um aceno de que vai cumprir o que foi estabelecido.
"A TV cumprindo os contratos não vai ter desculpa dos clubes não pagar as folhas. Estamos neste impasse aguardando os acontecimentos, é um passo de cada vez. Sei que todas as partes precisam ceder um pouco, o atleta vai perder um pouco, o clube  e a Federação também. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) precisa se mexer agora, mostrar porque ela comanda o futebol brasileiro. Precisa ter voz e vir uma posição de cima para baixo".
Paulo Mocelin disse que o presidente da Federação Gaúcha de Futebol Luciano Hocsman está sendo parceiro nesta hora de luta pelo futebol do Rio Grande do Sul, tanto pelo jogadores como pelos clubes. Ele entende que ninguém sairá ileso dessa, prejudicando um lado e outro saindo sem problemas. Todos precisam ceder para que o futebol gaúcho seja salvo.
"Caso o Estadual não tenha continuidade neste ano, precisamos vir mais fortes em 2021, mais preparados e que isso sirva de lição para todos". Quanto à Divisão de Acesso, o presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais lembrou que ela está suspensa por tempo indeterminado até porque teria um calendário que poderia ser encaixado no primeiro semestre. Ele afirmou que não acredita muito. 
O presidente da FGF vai conversar com os dirigentes dos clubes para que cumpram algumas medidas com os atletas. Provavelmente será jogada no segundo semestre. Salientou que é preciso aguardar uma definição da CBF para que haja um novo encontro e definir o que será feito com a Segundona.
O  dirigente reconhece que o calendário está comprometido e não foi tomada nenhuma decisão." Disse que se  o Gauchão terminar hoje a Federação, os clubes e o Sindicato terão que se reunir e definir quem será o campeão, se vai ter rebaixamento, se o Campeonato de 2021 será com 14 clubes. Vamos ter que esperar. Não sei se a CBF vai decidir isso, teremos que aguardar".
Paulo Mocelin disse até o final do mês deverá ser tomada uma posição, pois quanto mais longe for adotada uma definição, mais difícil ficará. A Federação e o Sindicato aguardam quais serão as definições da CBF quanto ao critério e definição dos classificados à Copa do Brasil e Série D, o calendário das competoções nacionais de 2020 para dar o veredito final.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por