Notícia

Economia

Propostas de mudanças precisam ter resultados

Postada 29/01/2020



Caminhos para o desenvolvimento e o protagonismo da região Noroeste do Estado neste 2020 é o tema da palestra ministrada pelo diretor-executivo da Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), Marco Aurélio Ferreira, no Sindilojas de Ijuí. 
Ao público, formado por empresários do município e da região, o gestor falou sobre sua experiência profissional, que inclui a chefia de Gabinete da senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS), em Brasília, durante oito anos, onde atuou na construção de diversos projetos e leis ligados ao desenvolvimento, agricultura, saúde, entre outros, e presidência do próprio Sindilojas.
Também apresentou a Anahp, entidade representativa dos principais hospitais privados de excelência do País - incluindo o Hospital de Caridade de Ijuí (HCI) -, criada em 2001, tem sua sede em São Paulo e atualmente ocupa função estratégica no cenário político e institucional, principalmente no desdobramento de temas essenciais à sustentabilidade do sistema.
"Um pouco do cenário do que estamos fazendo no setor,  demonstrando quais as perspectivas e expectativas com o País,  em um diálogo aberto, colocando questões desenvolvidas no setor da saúde, mas, sempre digo que por trás dos hospitais existe a sustentabilidade do setor, que movimenta bilhões, gera muitos empregos e que cuida de pessoas", comenta Marco Aurélio, sobre a palestra.
Além disso, ele abordou o que foi a última década, as mudanças que ocorreram no País e as perspectivas para os próximos 10 anos. "Levei um pouco dessa visão para ajudar a construir o planejamento de nossas empresas e comunidade, e um pouco da perspectiva de quem está fora. O homem é uma árvore que anda e que precisa se abastecer nas suas raízes, é sempre bom a gente ver nossa cidade", disse. "São Paulo é um Estado que recebe bem as pessoas do Brasil inteiro e eles buscam o profissional necessário, independentemente de Estado e religião. Cada um é medido por sua competência e a meritocracia é algo muito forte dentro de todas as áreas de atuação. Busca muito a produtividade e o que as pessoas têm de melhor. Tenho aprendido muito com os paulistas nesta linha."
Por fim, o ijuiense destacou que a mudança precisa passar pela melhoria de algo. Ou seja, simplesmente mudar não adianta, é preciso analisar a capacidade de obter resultados positivos. "Fui várias vezes questionado em reuniões em que propus mudanças, sobre o planejamento do resultado da mudança. O que vale é a entrega deste resultado. O que precisa buscar não é o fator público, mas a gestão pública,  melhorando a oferta dos serviços à população."


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por