Notícia

Saúde

Credenciamento de hospitais segue em pauta

Postada 24/12/2019



Depois de quase três semanas paralisados, servidores da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) voltaram às atividades. Segundo o titular da pasta, médico João Zimmermann, a partir de agora a equipe buscará atender a todas as demandas que ficaram represadas. “Agora vamos tentar fazer um mutirão, verificar todas as prioridades e, principalmente, os alvarás das agroindústrias e de alguns hospitais, que estão atrasados. É importante que a gente atenda a estes pedidos que, em função da greve, não conseguimos cumprir”, explicou o coordenador.
A 17ª CRS possui um sistema de gerenciamento de AIHs – Autorizações para Internações Hospitalares, que acabou não sendo prejudicado. Mesmo com a paralisação, o serviço teve sequência, com atendimento prioritário. Outros serviços de emergência acabaram não sendo interrompidos, também. “Ontem foram abertas mais algumas AIHs, para que tudo volte à normalidade. Serviços básicos, como entrega de medicamentos, não tiveram prejuízos. Esperamos que tudo volte ao normal e que não haja mais dano em nenhum setor”, reforça Zimmermann, lembrando que 25 funcionários paralisaram, contra as propostas do governador Eduardo Leite.
Ao Grupo JM, Zimmermann também falou sobre o processo de credenciamento dos hospitais locais, para oferta de consultas especializadas. O Hospital Bom Pastor, por exemplo, busca se habilitar para oferecer o serviço de oftalmologia de média complexidade. “Estamos trabalhando. Mas ainda falta a aprovação do Conselho dos Municípios, que fazem parte da Coordenadoria, para que isso ocorra. Essa aprovação deve acontecer agora, no mês de janeiro, e depois o processo será encaminhado a Porto Alegre. Acredito que, no início do ano, já deva estar funcionando o serviço de oftalmologia, que vai beneficiar Ijuí e a nossa região”, lembra o coordenador, destacando que parte dos pacientes que hoje são direcionados a Tenente Portela poderão optar por ter o atendimento na cidade. 
Outra boa notícia, segundo Zimmermann, é que Ajuricaba foi contemplada com 25 leitos de longa permanência. Ou seja, o hospital da cidade foi habilitado para receber pacientes que precisam de cuidados prolongados. “Existem cinco hospitais no Rio Grande do Sul que fazem este trabalho e, felizmente, nossa região, por meio da 17ª CRS, conseguiu essa habilitação.”
Quanto à área da traumatologia, o processo foi iniciado pela 17ª CRS, juntamente com o Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cisa). A ideia é buscar, junto ao governo do Estado, a possibilidade de o Cisa comprar serviços na área junto ao Hospital de Caridade de Ijuí (HCI). “Devemos, em breve, conversar com a secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann, para que possamos avaliar essa possibilidade. O que ocorre no Estado é que não existe dinheiro novo para a saúde. Sempre que habilitamos um serviço numa região, que já existe em outra, é deslocado parte deste recurso. Por isso, vamos tentar a compra dos serviços do HCI com recursos do Cisa.”


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por