Notícia

Esportes

Leandro Machado orienta trabalho tático em Santana

Postada 28/11/2019



O técnico Leandro Machado orientou um treino tático em campo reduzido ontem à tarde no campo do Distrito de Santana. Os jogadores foram divididos em três times com coletes amarelo, laranja e verde. Se trabalhou bastante a movimentação dos atletas com jogadas de infiltrações. No período da manhã os jogadores trabalharam na academia do Estádio 19 de Outubro. Hoje não haverá treino. As atividades serão retomadas amanhã às 9h.
O atacante Welder(camiseta laranja) disse que a pré-temporada está sendo muito boa. "Estamos trabalhando forte visando o jogo de estreia no Gauchão contra o Ypiranga em Erechim dia 22 de janeiro. É uma partida que começamos a ganhar aqui nos treinamentos. Cada dia que trabalhamos vai dar resultado mais adiante. A expectativa é boa para iniciarmos o Campeonato Gaúcho com o pé direito".
O jogador disse que o São Luiz tem um bom elenco e está vendo o departamento de futebol se movimentar para reforçar ainda mais o grupo. Welder lembrou que iniciou a carreira como centroavante, mais centralizado, mas no decorrer dos anos passou a atuar pelas pontas e vem fazendo essa função há um bom tempo. "Hoje estou mais acostumado a jogar pelos lados do campo, principalmente pela direita. A minha preferência é por alí."
O atacante falou da evolução do clube que vem crescendo a cada competição que joga. "Atuei contra o São Luiz aqui. Sempre foi difícil enfrentar o time no Estádio 19 de Outubro.  Espero que no ano  de 2020 com o apoio da torcida possamos alcançar os objetivos do clube".
Welder foi companheiro do lateral-direito Itaqui no Avenida de Santa Cruz. Comentou que fica mais fácil, tranquilo, quando conhece o jeito do companheiro jogar. Afirmou que se o treinador optar pelos dois atuando pelo lado direito não haverá problema quanto ao entrosamento. Pode ser um diferencial na hora de atuar.
Sobre a temporada de 2019, lembrou dos altos e baixos."Começamos o ano bem na Copa do Brasil no Avenida, mas infelizmente teve o descenso no Gauchão. Logo na sequência tive o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro com o Sampaio Corrêa. Então foi um ano também de aprendizados. Acredito que foi uma temporada para ganhar mais experiência e espero poder passar para o pessoal mais jovem que está subindo. Eles podem ajudar o nosso time e fazer uma boa competição". 


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por