Notícia

Geral

Prefeito confirma extinção do Demasi

Postada 07/10/2019



O Departamento Municipal de Águas e Saneamento de Ijuí (Demasi) será extinto. A informação foi confirmada pelo prefeito Valdir Heck, ao Grupo JM, na manhã de ontem. Segundo ele, as inúmeras manifestações da comunidade e dos próprios vereadores na tribuna da Câmara Municipal, lhes convenceram que a extinção é necessária, apesar, ainda de acordo com ele, do trabalho realizado pela autarquia. "O Demasi deveria ter uma estrutura igual à do Demei. O Demasi, em termos de estrutura administrativa, existia precariamente, com socorro inclusive da Secretaria da Fazenda. Então, o Demasi não tem receita para pagamento de pessoal, e também o Ministério Público deseja que fizéssemos dele igual ao Demei", explicou.
Para que o Demasi siga como autarquia, seria necessária a contratação de, no mínimo, mais seis profissionais. Ao avaliar o quadro atual, o Executivo optou por dividi-lo em duas coordenadorias: uma será absorvida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito (Smodutran), e fará a gestão do saneamento básico - água e esgoto; a outra, pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e será responsável por gerir os resíduos. "O projeto está na Câmara, para avaliação e entendimento dos vereadores, e quero que entendam, senão, teremos que aumentar despesa de pessoal. Não é que iremos baixar custos, mas vamos, sim, evitar aumento das despesas, essa é uma das razões."
Durante a entrevista, o prefeito explicou que a atual diretora-presidente do Demasi, Sandra Martins, retorna à sua função de coordenadora municipal da Defesa Civil, no final do processo de extinção da autarquia. "Além de formação superior, a Sandra tem conhecimento amplo no assunto. Então, neste período interino, de três meses, ela dá sequência a esse trabalho, sem descuidar de aspectos relativos à Defesa Civil."
Heck também mantém conversas com a Corsan, desde o início do ano, em relação às demandas do município em abastecimento de água e esgotamento sanitário. Recentemente, a estatal abriu possibilidade de renegociação dos contratos firmados com as administrações municipais - Santo Ângelo e oito municípios da região Metropolitana já aderiram. O alerta ao prefeito, sobre essa possibilidade, foi feito pelo deputado estadual Gerson Burmann (PDT).
"A Corsan nos pede um prazo maior, mas ela vai nos antecipar um recurso substancial para continuarmos o trabalho na área de saneamento, enquanto ela segue com o trabalho previsto no contrato existente. Buscamos junto, outra verba para as ruas que já foram asfaltadas, e as que serão e que tenham prejuízo no asfalto, para que nos reponha esse valor. É bastante difícil, mas existe possibilidade de negociação sobre isso. Eles têm uma proposta que, eu entendo, não está adequada, porque a Corsan tem a obrigação, através das terceirizadas, de tapar os buracos. Abriu a valeta, tem que deixar um tempo para consolidar o solo e depois o asfalto."
Por fim, o prefeito convidou a comunidade a participar da Expo-Ijuí/Fenadi, que acontece de 11 a 20 de outubro, no Parque de Exposições Wanderley Burmann. "Vamos comparecer, festejar, porque para mim, a Expo-Ijuí, também dentro das comemorações do aniversário de Ijuí, é um marco, um momento de comemorarmos os resultados do nosso trabalho.  A Expo-Ijuí é uma construção continuada e a presença das etnias fortalece sobremaneira a nossa feira, tanto que estamos em Brasília na busca pelo reconhecimento de Capital Nacional das Etnias. Temos muito que fazer? Temos, porque Ijuí é uma cidade que cresce."


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por