Notícia

Política

Lasier critica 'manobras para esfriar' a Lava Jato

Postada 29/08/2019



O senador Lasier Martins (Podemos-RS) criticou, em entrevista ao Grupo JM, o governo do presidente Jair Bolsonaro e disse estar preocupado com as manobras que estão sendo feitas para esfriar a Operação Lava Jato, e com o “congelamento” do Projeto Anticrime do ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, que não avança no Congresso. “Palavras como desfaçatez, vergonha, artimanha, manobra, trama, tudo isso cabe ao que está acontecendo neste momento. E nós devemos lutar contra isso.”
O senador citou como exemplo a anulação pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da condenação do ex-juiz Sergio Moro, do ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, Aldemir Bendini, por corrupção e lavagem de dinheiro, em uma ação ligada à Operação Lava Jato. “E agora  temo que outras sentenças sejam anuladas. Então, nós estamos no mesmo caminho que da operação Mãos Limpas, na Itália. Aquela mesma agitação, euforia de combate à corrupção e depois pouco a pouco aquelas medidas foram acabando com a operação, novas legislações, pressão sobre a polícia, mudanças de nomes. Estamos no mesmo caminho. É um momento de preocupação.”
Sobre a indicação do filho do presidente, senador Eduardo Bolsonaro, para ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos, ele afirmou ser uma situação sem sentido e despropositada. “É um desprestígio do presidente da República com o Itamaraty, que possui um corpo de diplomatas de alta qualidade. São mais de 200 que podem ser indicados. Aí ele vai buscar um filho, portanto, é nepotismo.” Se o nome de Eduardo Bolsonaro for encaminhado para a votação no Senado, Lasier afirmou que irá votar contra a indicação. 
Já sobre a relação do Brasil com os outros países, o senador disse ver uma situação conturbada e que compromete o prestígio do País frente às demais economias.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por