Notícia

Geral

Ijuí terá Festival Internacional de Folclore

Postada 06/08/2019



A União das Etnias de Ijuí (Ueti) anunciou que está preparando o 1º Festival de Folclore e Gastronomia do município. Ele está previsto para ocorrer em maio de 2020, durante a próxima edição da Feira de Negócios da Indústria de Ijuí (Fenii), e pretende chamar chefes de cozinha e grupos culturais de diversos países.
“É um evento que certamente ficará marcado em todo o Brasil, evidenciando a nossa terra”, afirmou o produtor cultural da entidade, Francisco Roloff. Em entrevista ao G rupo JM, ele esteve acompanhado  do presidente da Ueti e da Fenadi, Nelson Casarin.
Com um orçamento enxuto, segundo Rollof, o festival será financiado por leis de incentivo à cultura. “Estamos articulando parcerias com o governo do Estado por meio da Secretaria de Cultura”, ressalta.
Para viabilizar a nova empreitada, a Ueti decidiu suspender o Desfile das Etnias este ano. Em 2018, o tradicional evento havia chegado à 12ª edição. “Óbvio que a gente gosta do desfile, mas neste momento estratégico, a União quer viabilizar um projeto ainda maior”, declara Rollof.
Durante a entrevista, o presidente da Ueti, Nelson Casarin, aproveitou para falar sobre a construção da sede da entidade. Segundo ele, trata-se do maior projeto financiado pela Lei de Incentivo à Cultura (LIC). “Estamos com 68% da obra pronta. O primeiro pavilhão já está pronto e estamos trabalhando no terceiro. Se for possível, esperamos encerrar no ano que vem”, destaca Casarin. O orçamento previsto para a obra é de R$ 4,9 milhões. Conforme o presidente da entidade, a sede gerará empregos e aumentará a renda do município.
Os representantes da Ueti também celebraram o título de Capital Nacional das Etnias que poderá ser concedido a Ijuí por meio de um projeto de lei federal do deputado Pompeo de Mattos (PDT). Eles prometem estar presentes no dia da votação em Brasília. “Acreditamos que vai passar. Se for uma votação rápida, imagino que teremos o título até o final do ano”, declara Rollof. “Vai fomentar o comércio, serviços e pode chegar até a movimentar a indústria do município.”A União das Etnias de Ijuí (Ueti) anunciou que está preparando o 1º Festival de Folclore e Gastronomia do município. Ele está previsto para ocorrer em maio de 2020, durante a próxima edição da Feira de Negócios da Indústria de Ijuí (Fenii), e pretende chamar chefes de cozinha e grupos culturais de diversos países.
“É um evento que certamente ficará marcado em todo o Brasil, evidenciando a nossa terra”, afirmou o produtor cultural da entidade, Francisco Roloff. Em entrevista ao G rupo JM, ele esteve acompanhado  do presidente da Ueti e da Fenadi, Nelson Casarin.
Com um orçamento enxuto, segundo Rollof, o festival será financiado por leis de incentivo à cultura. “Estamos articulando parcerias com o governo do Estado por meio da Secretaria de Cultura”, ressalta.
Para viabilizar a nova empreitada, a Ueti decidiu suspender o Desfile das Etnias este ano. Em 2018, o tradicional evento havia chegado à 12ª edição. “Óbvio que a gente gosta do desfile, mas neste momento estratégico, a União quer viabilizar um projeto ainda maior”, declara Rollof.
Durante a entrevista, o presidente da Ueti, Nelson Casarin, aproveitou para falar sobre a construção da sede da entidade. Segundo ele, trata-se do maior projeto financiado pela Lei de Incentivo à Cultura (LIC). “Estamos com 68% da obra pronta. O primeiro pavilhão já está pronto e estamos trabalhando no terceiro. Se for possível, esperamos encerrar no ano que vem”, destaca Casarin. O orçamento previsto para a obra é de R$ 4,9 milhões. Conforme o presidente da entidade, a sede gerará empregos e aumentará a renda do município.
Os representantes da Ueti também celebraram o título de Capital Nacional das Etnias que poderá ser concedido a Ijuí por meio de um projeto de lei federal do deputado Pompeo de Mattos (PDT). Eles prometem estar presentes no dia da votação em Brasília. “Acreditamos que vai passar. Se for uma votação rápida, imagino que teremos o título até o final do ano”, declara Rollof. “Vai fomentar o comércio, serviços e pode chegar até a movimentar a indústria do município.”


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por