Notícia

Política

Andrei torce que próximo prefeito não seja do PDT

Postada 17/07/2019



O vereador e pré-candidato a prefeito pelo Progressistas de Ijuí, Andrei Cossetin, esteve ontem no Grupo JM, e afirmou que está torcendo que o próximo prefeito do município não seja do PDT “e que fique bem claro isso”.
A afirmação ocorreu após ser questionado sobre atuação dos partidos que estão no comando do Executivo municipal, inclusive com a participação dos Progressistas, que tem entre os cargos o do vice-prefeito. 
“Lembrando que nós temos uma grande coalisão, praticamente todos os partidos, tirando os da esquerda que não se coligaram, mas o PP não estava 100% nesta administração na questão da coligação. Então nós temos uma ala do PP que não foi a favor dessa coligação, ao qual eu me incluo, mas nem por isso nós ficamos no quanto pior melhor. Pelo contrário, estamos aqui na administração pública tentando ajudar, um exemplo disso é o contrato do Badesul. Nós transferimos R$ 12 milhões para o próximo prefeito pagar e pode ser que o próximo prefeito não seja do PDT e é algo que eu torço, que fique bem claro isso. Que a próxima gestão vai pagar esse financiamento de R$ 12 milhões para asfaltar as ruas de hoje, que pode ser bom para a gestão atual para ganhar votos para a próxima eleição. Então é um contrassenso isso, é, mas ao mesmo tempo é bom para o município”, destacou.
Sobre as possíveis coligações para o próximo mandato, o pré-candidato afirma que os Progressistas têm conversado com os demais partidos, mas acabou despistando quem seria o possível vice em caso de uma coligação encabeçada pelos Progressistas, mas lembrou de nomes que poderão compor a chapa. "Tem o vereador Busnello, que é alguém muito combativo e propositivo. O próprio vereador Piaia que é alguém bastante intencionado, que já conversamos muito a questão de projetos e articulamos muitos projetos juntos. Tem o vereador Barriquello também, que parece que vai para um outro partido. Então tem uma conjuntura muito grande, mas isso se definira até maio de 2020, mas não fugirá muito  desses nomes. Não creio que apareçam um quarto ou quinto nome além disso, até porque a comunidade está podendo acompanhar há alguns anos o nosso trabalho. Elas sabem as nossas linhas, posições, como nos comportamos na Câmara ou quando estamos trazendo alguma demanda". 
Cossetin disse ainda que existem conversas também para apoio dos ex-vereadores Chico Seifert, Daniel Perondi e alguns empresários que não estão filiados a nenhum partido. 
Sobre uma coligação com a participação do PT, o vereador afirmou que é difícil falar devido ao quesito nacional, mas vendo a atuação do vereador Beto Noronha, "de como ele combate o que está acontecendo aqui no município,  trazendo sugestões de como fazer diferente , dá para trazermos algumas ideias que ele apresenta na Câmara de Vereadores", ressaltou.
Em relação às eleições proporcionais, Cossetin, que também é o presidente dos Progressitas, disse que o partido está preparando os possíveis candidatos a vereadores, já que são eles as pessoas que estarão diretamente ligadas ao povo, e que não tem mais interesse em concorrer ao Legislativo. 
“Eu não quero mais concorrer a vereador, mas a gente não sabe o que Deus tem de planos para nós. A vontade do Andrei é concorrer a um cargo majoritário. A vontade é 100%. O partido tem essa vontade também, mas a gente não sabe o que vai acontecer nas nossas vidas. Mas em princípio está tudo encaminhado para isso”, finaliza.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por