Notícia

Educação

Caso sancionado, projeto beneficiará alunos especiais

Postada 17/07/2019



Na última sessão ordinária do poder Legislativo, o vereador do PDT, Cristiano de Jesus, teve aprovado um projeto de lei que assegura a matrícula para o aluno portador de deficiência locomotora permanente, em escola da rede pública municipal mais próxima de sua residência. A proposta, aprovada por unanimidade, ainda precisa ser sancionada pelo prefeito, Valdir Heck, mas não deverá ter problemas para implantação.
Conforme explicou o secretário municipal de Educação, Eleandro Lizot, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) tem um programa que trata de forma diferenciada a Educação Especial. Chamado de Fios e Desafios, o programa trabalha questões como o acolhimento do estudante, a partir do momento  que realiza a matrícula na rede municipal e indica a sua necessidade. “Dependendo do tipo de deficiência, do grau, dos atestados encaminhamos à Secretaria, nós realizamos uma reorganização curricular dentro daquilo que o Conselho Municipal de Educação orienta, por meio de diretrizes”, explica o secretário.
Para estes estudantes, que residem no meio urbano, a Smed também disponibiliza transporte até a escola. “À medida que tivemos a implantação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), em 1996, e a reorganização da Educação Especial como modalidade de ensino, em que alunos passaram a ser atendidos preferencialmente nas escolas; e à medida em que passamos a receber estudantes especiais, fomos tentando nos adaptar àquilo que era possível e necessário para garantir o atendimento das crianças na rede municipal”, reforça Lizot.
A maioria das escolas da rede já recebeu alunos especiais, com diferentes tipos de deficiências, segundo o secretário. E nos educandários, já foram realizadas muitas adaptações. “À medida que temos um aluno matriculado, que precisa de adaptações,  inclusive na estrutura da escola, nos organizamos para providenciar as mudanças. O aluno é integrado à turma e também recebe atendimento educacional especializado, que oportuniza a ele um atendimento qualificado, com um profissional especialista.”
Hoje, segundo o secretário, há 112 alunos incluídos na rede municipal.

 


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por