Notícia

Economia

Pirataria sustenta o crime, diz Fecomércio

Postada 15/07/2019



A Fecomércio-RS abriu nova frente de atuação durante audiência na Subprocuradoria de Justiça e Institucional do Ministério Público Estadual (MPE), na quarta-feira, para reativar os trabalhos do Comitê de Combate à Pirataria. 
"Esse grupo está ativo dentro da Fecomércio desde 2011, buscando iniciativas de combate a disseminação de problemas gerados através da informalidade, que subdividimos em contrabando, ambulantes, feiras itinerantes, inclusive, o comércio informal como um todo. A pirataria está entrando muito forte e isso nos preocupa, porque dentro da informalidade, onde temos um cenário brasileiro de um descaminho, de uma economia subterrânea, que nós chamamos, na ordem de R$ 1,17 trilhão, e se trouxermos para o RS estamos falando de R$ 76 bilhões, o que deixa de arrecadar para os cofres públicos na ordem de R$ 5 bilhões, um dinheiro que faz falta para o Estado e para os municípios", explicou o coordenador da Comissão de Combate à Informalidade da Fecomércio-RS, e vice-presidente da federação, Daniel Amadio, em entrevista ao Grupo JM.
Segundo ele, a economia estar em recessão serve de impulso para o aumento da informalidade. "Está tomando uma proporção muito grande, e precisamos fazer alguma coisa, encontrar soluções."
A Fecomércio quer unir forças para dialogar e encontrar formas de combater esse problema. "As organizações criminosas estão pegando a administração desse processo, buscando as mercadorias e entregando aos ambulantes, e ao mesmo tempo que estamos adquirindo produtos da informalidade sustentando cadeias criminosas, principalmente no produto cigarro, em que o contrabando chega a 52% do mercado consumidor, e isso nos preocupa, porque as organizações criminosas viram nessa venda o risco muito pequeno de uma penalização, ao contrário do que faziam com o tráfico de drogas. A questão do contrabando não penaliza tanto, com isso viram uma maneira de financiar suas organizações." 


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por