Notícia

Comunidade

Justiça faz reintegração de posse de terreno no Getúlio Vargas

Postada 03/06/2019



Depois de três pedidos negados pela Justiça para a prorrogação do prazo de reintegração de posse da área invadida no bairro Getúlio Vargas, a oficial de justiça, acompanhada de um grande aparato da Brigada Militar e de representantes do Conselho Tutelar, cumpriram na manhã de ontem a ordem judicial que determinava a saída de 36 famílias de um terreno que pertence ao Município. O processo de reintegração de posse tramitava na 2ª Vara Civil de Ijuí desde 2016. 
A operação começou por volta das 8h e terminou às 9h30 sem nenhum problema ou interferência dos moradores. De acordo com a PM, a maioria das casas já estava desocupada e 13 famílias ainda seguiam no local, mesmo com os moradores tendo sido avisados sobre a ação, durante encontro no 29° Batalhão da Polícia Militar, em que foram orientados a deixar o local antes da execução judicial. A medida era evitar um possível confronto. “A reintegração de posse ocorreu da melhor forma possível, dentro do nosso planejamento, sem nenhum incidente”, disse o major do 29° BPM, Edilson Flora Góes. 
Ao Grupo JM, o representante dos moradores, Emerson Gomes,  durante a manhã, disse que a ação é um marco triste para o município.  “Em pleno 2019 nós estamos vivendo isso aí.  Nós sabíamos que essa reintegração algum dia iria acontecer, pois por cima da Lei não conseguimos passar, mas graças a Deus, o pessoal entendeu o motivo da desocupação e transcorreu tudo de forma tranquila e pacífica, até por que aqui moravam seres humanos e não bichos, como alguns nas redes sociais diziam”, comentou.
Com a saída das pessoas que estavam na área, o poder Executivo irá realizar trabalhos de infraestrutura e lotear o terreno em 165 partes, que serão doados para pessoas que estão cadastradas e se encaixam nos critérios de vulnerabilidade social da Secretaria Municipal de Habitação. A lista dos contemplados deve sair nos próximos dias, segundo o poder Executivo.  
“Agora vamos pressionar o Executivo, pois se o problema era a desocupação, agora está pronto. Então queremos que seja acelerado o processo para que  sejam concluídas as ruas e que sejam entregues os lotes para os 160 contemplados e as famílias possam ter o seu cantinho novamente”, ressaltou Gomes. 
O secretário municipal de Habitação, Ramsés Lemos, disse ao grupo JM que na segunda-feira  será publicada a lista com os nomes dos contemplados com os lotes. Disse ainda que já foi solicitado para que o processo de regularização fundiária, encaminhado ao Registro de Imóveis seja agilizado, para que  ocorram  as melhorias de infraestrutura necessárias. 
De acordo com Ramsés, a prefeitura disponibilizou caminhões para retirada dos móveis e parte deles foram colocados  de forma provisória no prédio da Secretaria Municipal de Habitação. 
"Não deixamos nenhuma família desamparada. Duas delas, que tinham crianças, inclusive de colo, nós disponibilizamos um local para ficarem", disse o secretário. 
Questionado onde seria este local,  Ramsés preferiu não informar, pois, segundo ele, foi um pedido das próprias famílias. 


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por