Notícia

Geral

Mês visa redução de acidentes de trabalho

Postada 15/04/2019



Diversas ações devem marcar a campanha Abril Verde, em todo o País, que tem como foco alertar os trabalhadores sobre os riscos de acidentes de trabalho. Palestras educativas, oficinas de capacitação, blitz educativa entre outras atividades, serão realizadas nas empresas. 
Engenheira elétrica, e engenheira em segurança do trabalho, Caroline Daiane Raduns destaca a importância de adotar medidas preventivas a fim de reduzir o elevado número de acidentes e mortes relacionadas ao trabalho.
"Temos equipamentos de proteção individual e de proteção coletiva, que garantem a segurança do trabalhador, mas, além disso, as atitudes seguras também são muito importantes. A consciência do trabalhador, quando ele desenvolve suas atividades, suas ações diárias, é sempre de refletir sobre suas atitudes e em como elas irão impactar, tanto em suas atividades quanto na dos colegas", resumiu, em entrevista ao Grupo JM, ontem. 
É para evitar que as estatísticas cresçam que a campanha visa conscientizar e capacitar os trabalhadores para prevenir os acidentes.
"A doença do trabalho, os acidentes de trabalho provocam inúmeras vítimas, e temos situações de impactos tanto para a empresa, no momento de um acidente, quanto para o trabalhador. De uma forma geral, o impacto acaba sendo muito maior do que aquilo que visualizamos. Claro que, falando de um impacto econômico temos tanto para a empresa quanto para a Previdência, mas, além disso, temos que considerar que existem situações indiretas, como, por exemplo, alguma deficiência e a possibilidade de não retorno ao trabalho", pontua Caroline.
Acidente de trabalho é aquele que ocorre pelo exercício da atividade profissional a serviço da empresa ou pelo exercício dos segurados especiais, provocando lesão corporal ou perturbação funcional, permanente ou temporária, que cause a morte, a perda ou a redução da capacidade para desenvolvimento do trabalho.
Segundo dados do Ministério Público do Trabalho (MPT), o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial no que diz respeito aos acidentes de trabalho. A cada 48 segundos ocorre um acidente e a cada 3h38 um trabalhador perde a vida pela falta de uma cultura de prevenção à saúde e à segurança do trabalho no país.
"É muito importante que haja um treinamento constante da utilização dos equipamentos de proteção, e também, de uma forma geral, treinamentos que provoquem o pensamento e a reflexão sobre as condutas no dia a dia, para que tenhamos atitudes conscientes e, assim, evitando maiores problemas de uma forma geral", orienta a engenheira.
Caroline defende a presença de um engenheiro em segurança do trabalho dentro de ambientes coorporativos, com intuito de orientar os profissionais, criando um ambiente de trabalho mais seguro.
"É muito importante porque ele [engenheiro] assume uma posição de referência na área, por uma visão ampla que ele possui, sobretudo aquilo que é desenvolvido, sobre os processos que acontecem junto àquela instalação e ele está preparado para orientar, de uma forma geral, a condução dos trabalhos, e também de uma forma mais específica, analisando cada uma das ações, e das atividades que são desenvolvidas nas empresas", finaliza.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por