Notícia

Geral

Projeto faz resgate de características históricas

Postada 11/04/2019



Com a assinatura da ordem de serviço, na tarde de ontem, tem início a segunda etapa do projeto de reforma da antiga Estação Férrea de Ijuí, que abrigará a Estação Cultura.
Orçado em R$ 957 mil, com recursos oriundos do governo do Estado e do Ministério Público de Santo Ângelo, esta fase do  projeto prevê a revitalização do espaço, que terá três salas, uma destinada à Banda Municipal Carlos Gomes e as demais para atividades diversas, como aulas e exposições.
"A ideia é trazer o mais perto possível do original. Pretendemos restaurar a parte da plataforma, que está bem danificada. Internamente, algumas salas, que têm características da época, tentamos manter e vamos fazer esse resgate", explica a arquiteta responsável pelo projeto de revitalização da estação, Gabriela Quintana Castro.
Também faz parte desta etapa, a construção dos banheiros, que atenderá também o público que utilizar a área externa, onde serão instaladas uma academia ao ar livre e pracinha para as crianças.
Gabriela pontua que o piso da antiga Estação Férrea será mantido, uma vez que, segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), é original da época em que o local foi construído. "Como ficou em um nível abaixo da construção da frente, e está bastante prejudicado pela questão da vegetações que está tomando conta, nossa ideia é que essas pedras sejam retiradas, limpas e façamos o nivelamento do piso,  para depois recolocá-las, tentando trazer o mais perto possível do original."
O prazo de conclusão da obra, segundo Gabriela, é de seis meses.
Ainda segundo a arquiteta, o objetivo do pórtico, em construção, é criar uma identidade para o espaço.


Mais Fotos

Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por