Notícia

Comunidade

Quantidade de buracos resulta em reivindicação de moradores

Postada 12/03/2019



A reportagem do Grupo JM esteve na Rua Guilherme Hasse com a Alfredo Steglich, no bairro São José, ontem pela manhã, acompanhada do vereador César Busnello (PSB), em função da constante reclamação dos moradores em relação às péssimas condições da via. 
"Os carros passam desviando, e quando chove, os automóveis chegam a saltar nos buracos", conta um morador que não quis ser identificado, mas reside nas proximidades há mais de 20 anos. "Faz mais de três meses que está assim. Não sei se foi a prefeitura, ou quem fez, que colocou pó de pedra, mas não resolve para nada. É dinheiro colocado fora."
Aldo Ferreira de Souza, que mora no São José há 30 anos, também reclama das condições precárias. "Isso está horrível. Lá de casa, escuto os carros de desavisados bater nos buracos."
Por solicitação de moradores, principalmente comerciantes, Busnello visitou as vias na última semana. "É uma das rotas do transporte coletivo urbano, com intensa movimentação e está um caos. É a prova de um desgoverno. Já estamos em 2019, no dia 15 vence o prazo para o pagamento do IPTU em parcela única, e cadê o dinheiro dos impostos do contribuinte? Para onde vai?", questiona o parlamentar, acrescentando que na Avenida Emil Glitz, a situação da extensão da via se assemelha, na quantidade de buracos.
Luizão, como é conhecido no bairro, Luiz Carlos dos Santos conta que durante reunião comunitária, ficou clara a necessidade de uma equipe permanente no setor de infraestrutura, responsável excluivamente pela realização da Operação tapa-buracos. "Porque não dá. É carro estragando, moto estragando, mas vamos torcer para que consigam fazer o trabalho. Hoje, qualquer pneu que estraga, é um prejuízo porque a gente não conta com esse gasto."


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por