Notícia

Saúde

Farmácias têm horário diferenciado

Postada 02/01/2019



Em razão do período de férias dos servidores, a Secretaria Municipal de Saúde adotou horários diferenciados para o funcionamento das farmácias da rede pública municipal, no mês de janeiro. “Algumas farmácias permanecerão fechadas neste mês de janeiro, mas vamos tentar compensar mantendo algumas estratégias de saúde funcionando, para que as pessoas possam acessá-las da melhor forma possível e o mais próximo das suas casas”, explicou a coordenadora da Assistência Farmacêutica do município, Maristela Codinotti.
Até o final do mês de janeiro, no posto central da Secretaria Municipal de Saúde, o atendimento ocorre das 7h30 às 11h30, com uma pequena redução no funcionamento no turno da tarde: ao invés de funcionar das 13h30 às 18h30, o atendimento ocorrerá das 13h30 às 18h.
Na farmácia do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) II Colmeia, o funcionamento ocorre das 8h às 11h30 e das 13h30 às 15h30, de 2 de janeiro a 2 de fevereiro. Já na Farmácia de Medicamento Especializados, localizada no 3º piso do posto central, das 7h30 às 11h30, de 7 a 25 de janeiro.
“Na ESF do Meio Rural, a farmácia permanecerá aberta, mesmo no período de férias. Vamos substituir funcionária da unidade. Já a farmácia do Centro Social Urbano continuará atendendo normalmente, assim como a do Tancredo Neves”, explicou a coordenadora.
Para ter acesso a qualquer uma das farmácias, basta que o usuário apresente o receituário do Sistema Único de Saúde ou de um dos conveniados, como Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cisa), Hospital de Caridade de Ijuí (HCI), Hospital Bom Pastor e Apae.  “Basta apresentar a primeira via da receita, a segunda via ou xerox se for segunda retirada, mais o documento de identificação. Em qualquer farmácia, com exceção dos antibióticos, que estão centralizados nas farmácias do posto central. Existe uma legislação específica que diz que, onde há antibiótico e medicamento controlado, há a necessidade de farmacêutico”, disse.
Questionada se há falta de medicamentos, Maristela diz que eventualmente há, principalmente no fim do ano, quando as empresas entram em férias coletivas. “Os feriados atrapalham a movimentação do transporte. Por isso temos falhas pontuais. Mas os medicamentos foram adquiridos, só não recebemos ainda.”
 


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por