Notícia

Saúde

MEC homologa curso de Medicina na Unijuí

Postada 27/12/2018



Ontem, no Diário Oficial da União, foi publicada a portaria 905 de 24 de dezembro de 2018, que autoriza o curso de Medicina na Unijuí. Agora, a Universidade vai realizar os ajustes finais para a realização do Vestibular, que tem previsão para acontecer no dia 24 de fevereiro.
“A partir da portaria, temos a homologação de 50 vagas para  Medicina, sendo que 30 serão ofertadas no Vestibular de Verão e outras 20 no Vestibular de Inverno”, explicou ao Grupo JM a reitora da Unijuí, Cátia Nehring. Como a instituição já está com o processo do Vestibular Mais em andamento, para os demais cursos, com prova já agendada para o dia 3 de fevereiro, uma nova seleção será organizada para o dia 24 de fevereiro, específica para o curso de Medicina. As inscrições devem ter início no dia 15 de janeiro.
O projeto pedagógico do curso é fruto de um coletivo de professores e uma demanda da comunidade regional, envolvendo a Prefeitura de Ijuí e seu sistema de atenção básica, os hospitais de Caridade e Bom Pastor de Ijuí e Hospital de Panambi. Ele está alinhado à política do Sistema Único de Saúde, sendo que o acadêmico começará a estabelecer relação com os cenários de prática já nos primeiros semestres do curso. 
De acordo com a reitora, diferentemente de outros cursos, o edital da Medicina envolve uma composição de notas para classificação dos candidatos: a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), acrescida da nota da prova do vestibular (que compreenderá redação e 40 questões de múltipla escolha), mais cinco pontos para aqueles que cursaram o Ensino Médio na região dos cinco Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes). “Se a nota do Enem 2018 já tiver sido divulgada, o candidato poderá optar por esta edição, ou pelas edições do Enem de 2017 ou 2016. Caso não tenha ocorrido a divulgação do Enem 2018, poderá também utilizar a nota de 2015”, explica Cátia Nehring, lembrando que o ‘plus’ aos alunos da região surge como forma de valorização aos candidatos de municípios vizinhos. Os aprovados devem iniciar as aulas na segunda quinzena de março.
A homologação e autorização para realização do Vestibular ocorreu após visita in loco de equipe do Ministério da Educação. Na visita, realizada nos dias 10 e 11 de dezembro, foram visitadas estruturas da Rede de Atenção Básica do Município, estrutura hospitalar, biblioteca, estruturas laboratoriais, além de diversas reuniões com as instituições e o poder público, que estão envolvidos na implantação do curso em Ijuí e região.
No dia 18 de dezembro, o MEC já havia divulgado o relatório gerado após a visita. O parecer recebido pela Unijuí envolve seis itens avaliados especificamente em relação à Instituição: o Projeto Pedagógico do Curso; o Plano de Formação e Desenvolvimento da Docência em Saúde; a infraestrutura da Instituição; o processo dos Programas de Residência que o curso precisa oferecer; o Plano de Contrapartida da estrutura de serviços e ações e programas de saúde, vinculadas ao Sistema Único de Saúde (SUS); e a oferta de bolsas aos alunos. Esses seis itens avaliados possuem diferentes quesitos, que também são analisados, e a partir disso, foi constituído esse parecer. O parecer pode ter três processos de avaliação: “não atende”, “atende parcialmente” e “atende satisfatoriamente”. Nos seis itens avaliados, a Unijuí teve como resultado “atende satisfatoriamente”. 
Trajetória do Curso
Em 1992, a Universidade já liderava movimento para implantar o curso de Medicina na região Noroeste. Inclusive, houve a realização de vestibular, com lista dos aprovados divulgada e que foi anulada pela justiça, a pedido do Conselho Federal de Medicina. Em 2012, a Unijuí liderou movimento que criou o Comitê Comunitário Pró-Curso de Medicina em Ijuí, em conjunto com diversas entidades locais e políticos da bancada gaúcha. Após Ijuí e posteriormente a Universidade estarem habilitadas, em 2015, um revés marcou a busca pelo curso, posteriormente revertido com a desistência da Instituição de outro estado que buscava se estabelecer em Ijuí. Um novo edital foi criado pelo MEC e novamente a Unijuí se habilitou, desta vez com sucesso.
Desta forma, nos últimos anos o trabalho foi intenso, envolvendo a Unijuí, entidades e lideranças da região. “É um momento de agradecer a todos que se empenharam nesta luta e conquista. Agora, Ijuí e região, a partir da Unijuí, tem o curso de Medicina. Iniciamos um novo ciclo de implantação do curso, com o trabalho muito próximo com a rede pública e os hospitais de nossa região", destacou a reitora.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por