Notícia

Educação

Educação no Estado: Uso da tecnologia deve continuar, diz secretário

Postada 27/11/2018



Secretário estadual de Educação, Ronald Krummenauer acredita que avançou muito na área de ensino no Rio Grande do Sul. E cita como exemplo o primeiro ano em que o Estado tem escolas de Educação Integral para o Ensino Médio. O uso da tecnologia também vem sendo ampliado e há, inclusive, um projeto piloto sendo implantado com 10 mil alunos de 22 escolas, que utilizam o smartphone para resolver desde questões burocráticas, de chamada eletrônica, até para realizar o acompanhamento  pedagógico de notas. “Por meio do Saeb – Sistema de Avaliação da Educação Básica, poderemos verificar se houve avanços na educação. Mas ainda temos um grande desafio na questão da distorção idade-série”, destacou o secretário.
Outro ponto positivo, segundo Krummenauer, foi a conclusão do Referencial Curricular Gaúcho para a Educação Infantil e Ensino Fundamental, baseado na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Segundo o secretário, o documento enviado ao Conselho Estadual de Educação deverá ser aprovado ainda neste mês. “No Estado, tivemos, neste processo, novidades: a criação de uma plataforma digital, onde professores das redes municipal, estadual e particular puderam opinar. E foram mais de 120 mil educadores participando. Temos um currículo moderno, com tecnologias cada vez mais presentes. E também um currículo mais regionalizado, tratando de coisas locais”, destacou o secretário, lembrando que um dos ganhos é que, com a aprovação, o currículo passa a ser homogêneo nas três redes de ensino. O que facilitará a adaptação de alunos que migram de uma escola municipal para uma estadual, por exemplo.
Ao novo secretário de Educação, Krummenauer recomenda a mudança de leis antigas, a continuidade da ampliação do uso da tecnologia e a sequência de obras físicas nos educandários. “Tivemos mais de mil escolas reformadas, mas ainda há muito o que fazer, especialmente na rede elétrica – demanda existente em 90% das escolas”, reforçou o secretário, lembrando que houve avanços nesta área, a partir de parcerias com as universidades gaúchas.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por