Notícia

Polícia

Maioria da população carcerária é de jovens

Postada 19/11/2018



Os presos do sistema penitenciário no Rio Grande do Sul são majoritariamente jovens, brancos e de baixa escolaridade, segundo dados da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe). 
De acordo com a Susepe, 44% dos presos no Estado são jovens - pessoas de 18 a 29 anos, conforme a faixa etária definida pelo Estatuto da Juventude. Desse total, 23% tem até 24 anos. Em relação a cor, 66% são brancos e 61,5% não completaram o Ensino Fundamental. 
Para o juiz da 1ª Vara Criminal de Ijuí, Eduardo Giovelli, a quantidade de presos jovens é um motivo de preocupação. 
"Eu tenho uma preocupação muito grande com a idade da nossa massa carcerária. Muitos recém entraram na maioridade e já caem no sistema prisional, que por sinal é muito complexo. É com essa realidade que nós vivemos hoje", explica o juiz.
O sistema prisional gaúcho, como o brasileiro, está superlotado. A maioria das cadeias gaúchas está com uma população carcerária maior do que o número de vagas disponíveis. Segundo dados da Susepe, a Penitenciária Modulada de Ijuí disponibiliza 466 vagas e abriga 682 presos até o início desta semana. "A situação prisional de Ijuí é a situação prisional do Estado e do país. Nós temos uma superlotação e uma falta de vagas é enorme", disse.
Giovelli destaca ainda que tem uma expectativa positiva em relação aos novos governos do Estado e do País em relação à criação de novas vagas prisionais. 
"Nós também esperamos do novo governador como medidas [de Segurança] a construção de novos presídios e criação de vagas em estabelecimentos prisionais, que é uma urgência muito grande que nós temos", finaliza. 


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por