Notícia

Polícia

PC não descarta hipótese de tentativa de homicídio

Postada 16/11/2018



A Polícia Civil de Ijuí segue realizando oitivas para esclarecer o crime que ocorreu no dia 29 de outubro no município. Neste dia, um homem de 51 anos teve parte do corpo queimado com o uso de gasolina, no bairro São José. 
Responsável pela investigação, o delegado Maurício Posselt, da 1ª Delegacia de Polícia, falou ao Grupo JM sobre a condução dos trabalhos.
" A partir do registro da ocorrência, feita posterior ao fato, iniciamos a investigação. Já foram coletadas várias oitivas. Foram também captadas as imagens do estabelecimento comercial, onde aconteceu o fato. As imagens são claras. Existem as imagens de todas as circunstâncias do fato, do desentendimento inicial à compra da gasolina no estabelecimento próximo, e depois a questão do colocar fogo", diz o delegado.
Na terça-feira, a polícia ouviu um dos suspeitos investigados. O outro apresentou uma justificativa e não compareceu. 
A partir de agora, a polícia aguarda a conclusão do laudo pericial da lesão para fazer a interpretação dos fatos. "Em princípio a ocorrência foi registrada como lesão corporal, mas agora, de posse de todas essas circunstâncias das oitivas e das imagens, iremos fazer essa interpretação final e ver a real recapitulação dos fatos”, salienta.
O delegado não descarta a hipótese da ocorrência virar um caso de tentativa de homicídio, mas dependerá do resultado do laudo pericial e da análise do meio utilizado, que é a gasolina, o que poderia ter causado um fato mais grave, pois no local havia componentes inflamáveis. "Estamos também aguardando o laudo do IGP, e esse resultado vai ser interessante para ponderarmos as circunstâncias dessa dimensão do fogo, para, no final, fazermos exatamente uma interpretação bem objetiva dos fatos. A questão é que toda a ação está filmada, então, é um ponto de interpretação.
De acordo com a polícia, o motivo da agressão ocorreu pela falta de o pagamento de uma dívida. A vítima, depois de um período no hospital, se recupera dos ferimentos em casa. Para a conclusão do inquérito, a Polícia Civil de Ijuí aguarda os resultados das perícias e a oitiva do segundo suspeito, o que deve ocorrer nos próximos 30 dias.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por