Notícia

Geral

Candidatos de Ijuí que não conquistaram cadeira na AL gaúcha

Postada 10/10/2018



A disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado foi intensa para o candidato e também vereador Andrei Cossetin, do Progressistas. Ontem, ao chegar na Escola Estadual de Ensino Médio Ruy Barbosa, onde votaria, o candidato conversou com o Grupo JM e contou que a campanha foi marcada por muitos contatos e muita caminhada, que o levaram a perder 10 kg.
Com 19.109 votos registrados, Andrei disse ontem à noite que ficou emocionado com o resultado. Segundo ele, o partido não fazia questão que ele concorresse. "A eleição mostrou que não só o País, mas Ijuí está com vontade de renovação."
Candidato pelo Progressistas à Assembleia Legislativa, o vereador Jorge Amaral conquistou 8.129 votos. Ontem, quando chegava à Escola Estadual de Ensino Médio Ruy Barbosa, falou com o Grupo JM e disse que chegou ao final da campanha feliz. “Fiz uma campanha tranquila, com muito apoio de pessoas que conhecem meu trabalho dentro da saúde, e também de pessoas que querem a renovação”, afirmou.
Amaral se lançou na disputa com o intuito de trabalhar por Ijuí, pela região e para o Estado. Atuando há 33 anos como médico, Amaral reforçou, nesta eleição, sua intenção de contribuir para uma melhora na área da saúde, que apresenta inúmeras deficiências.
 
Candidata à deputada estadual pelo PCdoB, a ijuiense Rosane Simon votou pela manhã na seção 153, no Ceap, acompanhada do vereador Junior Piaia (PCdoB). No pleito deste domingo, Rosane obteve 3.075 votos, 0,05% dos votos válidos.
Ao avaliar a campanha eleitoral, ela destacou a redução no período em relação a anos anteriores. Nestas eleições, os candidatos tiveram 45 dias para apresentar suas propostas aos eleitores. "No geral, foi um período razoavelmente tranquilo, foram reduzidas algumas questões como o jingle nas ruas, e muitas pessoas avaliaram isso como bom, porque era uma poluição sonora muito grande, e eu acho que com isso os candidatos puderam, e eu fiz isso, usar aquilo que é o mais democrático, que é caminhar muito, conversar com as pessoas para convencê-las de seu propósito”, disse.
Ao final da contagem dos votos, Rosane destacou que sua candidatura foi voltada à defesa dos direitos dos trabalhadores e das mulheres.
Finalizada a apuração das urnas, a reportagem entrou em contato, mas sem sucesso, com o candidato João Camargo (PRB) que obteve 860 votos. Pela manhã, durante votação, ele disse à reportagem que trabalhou intensamente, realizando visitas aos eleitores. Também não foi obtido contato com o candidato do PSC, Marcos Cruz, que obteve 4.717 votos.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por