Notícia

Política

Miguel Rossetto percorre municípios da região

Postada 23/07/2018



O pré-candidato ao governo do Estado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Miguel Rossetto, iniciou na última quinta-feira, em Cruz Alta, uma caravana pela região. Ontem, ele esteve em Ijuí participando de um encontro na Câmara Municipal e concedeu entrevista ao Grupo JM. Em sete dias, ele visitará 19 municípios.
“Em Ijuí, estivemos debatendo o desenvolvimento rural e, em todo este circuito, estaremos ouvindo agricultores familiares. Vamos conversar com as nossas cooperativas, integrantes da agroindústria e jovens rurais, para prepararmos um plano de governo. Um plano que faça com que o Estado se desenvolva e volte a gerar emprego e renda”, explicou o pré-candidato. 
Rossetto destaca que o RS precisa “voltar a funcionar” e destaca problemas como o atraso dos salários dos servidores. “Todos são desafios importantes e o que nos anima é a confiança na capacidade do nosso povo em sair da crise, sem vender o Estado”, disse.
O momento, segundo o pré-candidato, é ruim ao Rio Grande do Sul, mas avalia que, ao longo da história, houve crescimento. “O Brasil passa por uma crise, e o Estado não foge disso. O RS soma um outro problema, que é a carência de um governo que não trabalha e que tem ampliado a crise. Temos muitas demandas, mas estamos há 31 meses sem receber salários. Isto é inaceitável. A primeira medida que queremos adotar é garantir o pagamento em dia. Há recursos, e há prioridades.”
Ao dizer que quer um bom sistema de segurança pública, Rossetto explica que quer fazer frente à redução de cinco mil policiais no Estado. “Vamos recuperar a segurança. Quero policiamento no bairro, na vila, protegendo nosso povo. Quero uma polícia civil investigando mais e acredito que devemos repensar o sistema prisional.” O pré-candidato também afirma que irá cumprir com a obrigação do Estado na quitação de seus repasses. O SUS, segundo ele, precisa ser fortalecido. “Hoje, são R$ 500 milhões atrasados aos hospitais e municípios. É impossível fazer planejamento e pagar salários com esta situação. A população tem que ter saúde quando precisa.”
Rossetto diz que o PT quer ganhar a eleição com um programa claro, com diálogo. E diz que buscará alianças com partidos que têm semelhança, a exemplo do PCdoB. Em nível nacional, o pré-candidato acredita que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será solto, em razão de não ter cometido crimes, e vencerá a eleição.


Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por