Notícia

Região

Abatedouro de aves entra nos planos

Postada 04/12/2017



Representantes de poderes públicos, entidades de classe e demais setores dos municípios que compõem a Associação dos Municípios do Planalto Médio do Rio Grande do Sul (Amuplam), analisam uma proposta de instalação de um abatedouro de aves na região Noroeste do Estado. 
O assunto foi discutido na última semana, em Augusto Pestana. Além de prefeitos da Amuplam, também participaram do encontro representantes dos municípios de Boa Vista do Cadeado e Eugênio de Castro, da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin, gerente regional da Emater/RS-Ascar de Ijuí, Carlos Turra, e representante da Assembleia Legislativa do Estado, deputado estadual Sérgio Turra. A proposta é de autoria do vereador de Jóia, José Soleni Machado.
"Esta proposta representa produção de alimento e geração de renda, além de aproveitar o potencial de recursos humanos e naturais que existe na região", disse o gerente regional da Emater/RS-Ascar. "Somos parceiros, até mesmo porque, a Emater está envolvida com todos os municípios interessados no abatedouro", completou Carlos Turra.
Presidente da maior entidade representativa do setor de proteína animal do Brasil, com quase 150 empresas associadas, Ricardo Santin aproveitou o evento para desmistificar algumas questões relativas às recentes operações que colocaram à prova a qualidade da carne brasileira. “O Brasil hoje é o maior exportador de carne do mundo, e só chegamos a este patamar porque nós temos as melhores condições para a criação. Por isso proteína animal que se produz aqui tem tanta visibilidade”, explicou.
O anfitrião, prefeito Vilmar Zimmermann destacou a importância das tratativas acerca da efetivação da instalação. “Já estamos nos mobilizando há algum tempo e todos os municípios têm trabalhado juntos pra isso. A agricultura é a base do desenvolvimento da nossa região e mais do que nunca, nestes tempos difíceis, precisamos assessorar nossos produtores na busca por novas alternativas”, afirma.
Durante o encontro, os prefeitos colocaram o interesse da região acima de rivalidades políticas. Se o empreendimento viesse a se concretizar no futuro, seria consenso, por exemplo, que a escolha do município sede do abatedouro de aves atendesse critérios técnicos, como a logística. 
Na perspectiva dos prefeitos, o maior objetivo a ser alcançado é o bem comum, de modo que o investimento possa beneficiar famílias de agricultores, indústria e prestadores de serviço da região.


Mais Fotos

Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por