AO VIVO


Coluna Armindo Pydd

Publicada 30/10/2017

DEMONIZAR A POLITICA

**Existe atualmente no Brasil uma ideia dominante de que os atuais políticos são todos corruptos. E que nas próximas eleições nenhum deles deve ser reeleito. E que isto seria uma solução. Isto é simplificar demais a questão. Sabemos que a corrupção não está somente nos meios políticos. E que nem todos são corruptos. A disposição de levar vantagem em tudo está disseminada pela sociedade brasileira. Em todos os lugares. Os novos eleitos logo também serão atingidos pela descrença.
**Vimos já muitas vezes episódios de saques. Quando um caminhão com eletrodomésticos tomba e esparrama sua carga em poucos minutos se forma uma multidão e também uma fila de automóveis e os ocupantes carregam tudo. E não é somente gente pobre e simples, e não são políticos. A demonização da politica que está atualmente entre nós não leva a nada. Uma educação consistente, ensinar o que é certo e errado, não relativizar é o caminho, mas é longo. É bom lembrar que na verdade as atitudes da media da população brasileira são piores que as dos políticos. Ou estou exagerando?
**De novembro de 2016 até hoje a economia americana cresceu 3% e deve ir a 4%. Foram acrescentados mais de 5 trilhões de dólares na economia americana. Isto significa mais do que um orçamento inteiro do Brasil. O nível da Bolsa de Valores americana é o maior de todos os tempos e o desemprego é o menor em 16 anos. E na mídia mundial e do Brasil só se fala mal de Trump.
**Comparativo de salários. Flórida (EUA) 8,10 dólares por hora. Venezuela- 8 dólares por mês. Brasil 1,58 dólares por hora. Inglaterra 10 dólares por hora. Cuba 8,97 dólares por mês. Nova Zelândia 8 dólares por hora. Paraguai 2 dólares por hora. Estes dados indicam de maneira gritante que o melhor projeto social é a economia de mercado que gera empregos, renda, oportunidade de empreender. Quando maior o peso do estado tanto mais desvalorizado o trabalhador.
**COB ficou devendo 180 milhões das ultimas olimpíadas. Seu presidente Arthur Nuzmann, mesmo já demonstrando sinais de fraqueza e senilidade se reelegeu. Só agora, depois de preso renunciou. Quem o elegeu não são políticos mas entidades do esporte nacional.
**Com seus 13 milhões, o número de analfabetos, existe uma disputa constrangedora com o numero de desempregados no Brasil.
**Com a metade do tempo desfavorável e ainda um dia perdido por falta de luz a Expo-Ijuí/Fenadi ainda assim teve um grande público. Mas para muitos expositores e etnias não será fácil fechar as contas e seguir adiante. Afinal, este é o evento que deveria gerar recursos para manter as atividades até a próxima Expo.

Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por