AO VIVO


Coluna Nilton Kasctin dos Santos

Publicada 04/09/2017

Os inseticidas e os idosos

Em artigo anterior mostrei que os idosos estão morrendo envenenados por inseticidas domésticos. Venenos para pernilongo, barata, cupim, mosca, rato e lesma também matam pessoas. São substâncias altamente tóxicas, exatamente como os agrotóxicos perigosos dos quais as pessoas têm tanto medo.

Você já se deu conta de que pode estar envenenando seu pai ou sua mãe idosos? Diarreia, fraqueza nas pernas, falta de apetite, tontura e confusão mental não são da velhice, muito menos de virose. São sintomas de envenenamento por inseticidas domésticos. Se acontecer isso com o idoso de sua casa, corra para o hospital com ele, e nunca mais use inseticida.

A ignorância parece estar tomando conta de todos. Até de gente estudada. E a ganância está levando pessoas influentes a agir de má fé. Atrizes de televisão, travestidas de donas de casa, se prestam a fazer comercial de veneno em horário nobre. Por dinheiro. O pior é que muitos acreditam que um inseticida que é TERRÍVEL CONTRA OS INSETOS não faz mal para uma pessoa.

Ora, insetos, lesmas, ratos e humanos são absolutamente iguais do ponto de vista químico. Dentro do corpo desses bichos encontramos as mesmas substâncias químicas que estão no nosso corpo. Todos, humanos e bichos, respiram o mesmo ar, bebem a mesma água, alimentam-se das mesmas substâncias químicas da natureza, e ainda vivem na mesma casa planetária.

Por que um veneno intoxica e mata pernilongos, lesmas, baratas, ratos e aranhas?  Porque o organismo deles não é capaz de processar e excretar o veneno. O mesmo acontece com o ser humano. Ele é um animal. Como insetos e ratos, também não consegue processar e excretar as substâncias tóxicas dos inseticidas domésticos.

Sabe por que as indústrias de químicos testam seus produtos em ratos antes de lançá-los no mercado? Porque ratos são extremamente parecidos com humanos. São onívoros como os humanos. Comem tudo o que os humanos comem. Vivem o mais perto que podem dos humanos, porque a comida nossa é a mesma deles.

E aí você acredita que um inseticida como Mortein, que também mata ratos, é “terrível contra baratas, pernilongos e ratos”, mas não contra os humanos. Ah, mas é à base de água. Então joga um balde de água nas baratas, e pronto. Um veneno à base de água é muito pior do que os outros. Porque não tem cheiro e não deixa marcado o local da aplicação. Assim você pode aplicar onde já foi pulverizado, mesmo sem notar, e não precisa preocupar-se com a quantidade. É levado a não tomar precauções.

Você precisa se informar sobre inseticida. Mas não adianta perguntar para o vendedor ou para a empresa de dedetização, porque eles sempre dirão que não faz mal para pessoas. E não acredite jamais na propaganda da televisão. Ela é sempre enganosa, antiética e criminosa. Exatamente como comprovado no caso das carnes e mortadelas “de marca” da Fátima Bernardes e do Tony Ramos.

Antes de comprar um veneno doméstico, ou deixar dedetizar tua casa, estude as fichas de informação e bulas de todos os venenos que compõem aquela marca de inseticida. Ao fazer isso você vai desistir da aplicação. Um detalhe. A bula não se refere a marca (SBP, Mortein, Baygon, Cotrine etc.), mas ao princípio ativo. Há uma bula para cada princípio ativo. Tem venenos com meia dúzia de substâncias diferentes, como o Mortein. Então tem meia dúzia de bulas.

Você não tem o direito de ser ignorante quando o assunto é inseticida, pois poderá estar colocando em risco a vida da família toda, principalmente dos idosos que ficam sempre dentro de casa enquanto os demais saem para trabalhar ou estudar.

Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por