AO VIVO


Coluna Sônia Arriens Cassel

Publicada 25/08/2017

COISAS DA VIDA

A talentosa, elegante e inesquecível Audrey Hepburn definiu  a elegância como um conjunto de comportamentos e atitudes capaz de fazer uma pessoa brilhar. Incrível como algumas pessoas andam "opacas", sem brilho algum nesse quesito. Insistem em comportar-se de forma nada elegante... ao contrário, agindo com total deselegância. Atitudes como fazer determinados comentários na hora imprópria, críticas destiladas de fel, respostas dadas com grosseria e agressividade, tendo ataques e chiliques desnecessários, fazendo visitas sem aviso prévio ou demorando nas visitas sem levar em consideração o tempo do outro, espalhando boatos da vida alheia, dando palpites inconvenientes...esquecendo de palavrinhas básicas como: por favor, com licença, muito obrigado, me desculpa...O triste disso é quem tem que conviver com essas criaturas desprovidas de elegância, tornando a convivência e o ambiente difícil e desprazeroso, sem dúvida.

Franklin Delano, referenciado na especialista em moda e gestora de imagem pessoal Maria Duarte Bello, definiu os 10 Mandamentos do comportamento elegante. Repasso caros leitores, torcendo para que você consiga cumpri-los e seja de fato alguém elegante:

1. Elogiar mais que criticar. Se não tiver nada de bom para dizer é preferível ficar calado. As críticas, reparos, avisos e admoestações devem ser guardadas para o momento apropriado, feitas pessoalmente e sem público.

2. Ser comedido. Não ter ataques de ostentação como referir luxos, bens pessoais, dinheiro ou posses.

3. Ser distinto. A elegância manifesta-se nos gestos mais simples e corriqueiros como deixar passar à frente, agradecer, dizer bom dia...

4. Escutar mais e falar menos. Não maldizer, nem espalhar boatos.

5. Cumprir o prometido. Quem faz questão de respeitar os compromissos e de exigir o seu cumprimento é uma pessoa apreciada, credível e de confiança.

6. Não discriminar. Dar atenção e mostrar consideração em todas as situações.

7. Não humilhar. Não achincalhar, nem ofender, evitando sempre que o outro perca a face, mesmo que para isso seja necessário uma saída honrosa. 

8. Não ter mania. Não invocar títulos acadêmicos, nem apelidos de família, ou outros artifícios para pedir favores ou benefícios. Os pretensiosos ou presunçosos revelam insegurança, incompetência, imaturidade, além de pouca educação.

9. Espalhar felicidade. Dar mesmo sem esperar receber. Fora dos holofotes e sem fazer alarde aos sete ventos.

10. Nunca perder a compustura. saber estar de acordo com as circunstâncias, mesmo as mais difíceis, e guardar os desabafos para os momentos íntimos. Elegância é a arte de não se fazer notar, aliada ao cuidado sutil de se deixar distinguir.

Edição Impressa


Ver Todas as Edições
Trabalhe no Grupo JM Espaço do Leitor - Assine - Anuncie -
Albino Brendler, 122, Centro, Ijuí-RS
(55) 3331-0300
[email protected] Desenvolvido por